MÉDICO DO HUUFMA DIZ QUE CASOS DE CORONAVÍRUS COMEÇAM A DIMINUIR EM SÃO LUÍS, MAS AFIRMA QUE É CEDO “VIVER A VIDA LÁ FORA”

O médico Dr Joel Júnior, cardiologista do Hospital Universitário Presidente Dutra, divulgou uma mensagem que traz uma esperança para os maranhenses que vivem o drama do novo coronavírus, assim como todo o país.

A mensagem do médico traz também um otimismo, mas ao mesmo tempo pede que as pessoas continuem vigilantes e se protegendo do vírus, ou seja, ficando ao máximo em casa, se possível.

Mensagem do Dr. Joel Júnior

O Brasil já é, hoje, o terceiro país do mundo com maior número de infectados pela Covid-19. Aqui no Maranhão, em especial em São Luís, começamos a ver um cenário um pouco menos desesperador, mesmo com o aumento do número de casos em todo o país. Os hospitais começam a oferecer um atendimento menos sobrecarregado e as UTIs, que chegaram a ter ocupação máxima, hoje estão com uma taxa de ocupação em torno de 94%. Ainda assim, continuamos com um número considerável de profissionais de saúde sendo afastado do trabalho temporariamente em função de contaminação pelo vírus e, percebemos, também, que a doença está avançando para os interiores, onde a estrutura do sistema de saúde é ainda mais precário. Isso nos preocupa demasiadamente.

É cedo para afirmar que esse cenário de queda em número de casos da nossa capital será mantido. Temos que esperar os próximos dias para ver se haverá sustentação deste cenário ou se o número de casos voltará a crescer. O que é de extrema importância ressaltar é que ainda não é hora de viver a vida lá fora como se nada estivesse acontecendo e, muito menos, é chegado o momento de comemorarmos uma vitória contra o vírus. A nossa colaboração que é evitar sair de casa e, ao sair, ter todos os cuidados preventivos segue sendo vital no combate à pandemia da Covid-19.

Por favor, siga fazendo a sua parte na luta contra o Coronavírus. Proteja-se e proteja-nos!

Por: Joel Nunes Júnior
Médico cardiologista
Conselheiro do CRM-MA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *