CNI chega a Imperatriz para conhecer de perto o Avança Maranhão e inaugurar a Casa da Indústria

IMPERATRIZ – Pela primeira vez em Imperatriz, onde faz a entrega da reforma da escola do SESI Imperatriz e do prédio novo que abrigará a Casa da Indústria, o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, cumpriu extensa agenda na região Tocantina, nesta quinta-feira, 19. Já nas primeiras horas na cidade maranhense, conheceu de perto as ações do Sistema FIEMA dentro do Plano de Retomada das Atividades Econômicas – Avança Maranhão, iniciativa inédita das entidades empresariais maranhenses, destaque em todo o Brasil, que tem beneficiado e dado suporte às empresas afetadas pela pandemia do novo coronavírus.

Acompanhado do diretor geral do SENAI, diretor superintendente do SESI e diretor de Educação e Tecnologia da CNI, Rafael Lucchesi, do presidente da Federação das Indústrias do Estado do Acre (FIEAC), Adriano Ribeiro, do presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), Edilson Baldez das Neves, do 1º vice-presidente da FIEMA, Francisco de Sales Alencar, o superintendente regional o SESI, Diogo Lima, e de uma comitiva de empresários, diretores da entidade e gestores do SESI, SENAI e IEL, o líder do Sistema Indústria nacional visitou a fábrica de colchões Plumatex, atendida pelo programa. Há 30 anos no mercado, a indústria colchoeira tem 150 colaboradores na fábrica de Imperatriz e sentiu o impacto da pandemia no retorno às atividades.

Ao lado do presidente da FIEMA, Edilson Baldez, o presidente da CNI, Robson Andrade conheceu ações do Avança Maranhão em indústria de colchões de Imperatriz

“A nossa retomada foi bastante complicada em termos de logística, falta de matéria-prima, o mercado realmente abalado, mas o programa (Avança Maranhão) ajuda a gente, aqui, justamente nesse sentido, do funcionário conseguir se tratar com antecedência, receber a cesta básica como um apoio, uma ajuda, então realmente foi muito importante o programa para nós”, revelou Patrícia Alves Braga, gerente de Gente e Gestão da Plumatex.

O presidente da CNI acompanhou toda a ação na indústria, que incluiu aplicação de teste de covid-19, vacinação contra o vírus da gripe H1N1 e distribuição de kits de higiene (álcool em gel, sabão líquido e sabão em barra), orientação nutricional com distribuição de kits nutritivos, além de ginástica laboral, entrega de máscaras, doação de cestas básicas, orientações para a saúde e segurança do trabalhador, e oferta de serviços odontológicos (avaliação e profilaxia) para os trabalhadores da indústria. Dois termômetros digitais e um totem de álcool em gel também foram doados à empresa na ação.

Robson Andrade fez entrega simbólica de cesta básica do Programa Avança Maranhão a funcionário da Plumatex

“Eu fico muito feliz quando posso entrar numa indústria, como estou entrando aqui, em que a gente percebe tanto empresários competentes como um corpo de trabalhadores que são comprometidos com a empresa, são qualificados e preparados para fazer o melhor produto do setor. Para mim é uma honra ter vindo aqui, conhecer um pouco da cultura, do trabalho de vocês. Contem com a gente”, destacou o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, durante a visita à fábrica. “De nome e de referência, eu já conhecia Imperatriz desde 1980, e estou realmente impressionado em ver tantos jovens em uma sociedade crescente, dinâmica, de pessoas que querem trabalhar, construir”, completou.

O presidente da FIEMA, Edilson Baldez, reforçou a importância do Avança Maranhão para o setor produtivo do estado. “Nós estamos aqui hoje para trazer esse suporte às indústrias, que têm enfrentado um momento difícil com a pandemia, levando ações de saúde, qualidade de vida aos trabalhadores. A exemplo dessa ação, já percorremos inúmeras empresas levando esse apoio necessário para a retomada da economia”. “Para nós é uma grande satisfação contar com a presença do presidente da CNI, Robson Braga, que, de perto, constatou a eficiência desse programa, que reúne a iniciativa de instituições empresariais, a fim de alavancar nossa economia diante da crise ocasionada pela pandemia”.

EDUCAÇÃO 4.0 – Antes da visita à fábrica, Robson Andrade e Rafael Lucchesi, também realizaram um tour pela unidade do SENAI do município. Conheceram as instalações, laboratórios e os equipamentos de ponta utilizados na qualificação da mão de obra local, acompanhados do presidente Edilson Baldez e do gerente do SENAI Imperatriz, Juares Sanches.

“É motivo de orgulho vir ao Maranhão, e em Imperatriz, conhecer as instalações dessa escola de excelência e que apoia o setor industrial da região com equipamentos modernos e de ponta. E o SENAI Maranhão e o presidente da FIEMA, Edilson Baldez, estão de parabéns por serem modelo de qualidade e excelência na qualificação de mão de obra para a indústria na região Tocantina”, destaca o diretor geral do SENAI, diretor superintendente do SESI e diretor de Educação e Tecnologia da CNI, Rafael Lucchesi.

No centro de educação, a comitiva passou pelo laboratório de marcenaria, onde alunos e competidores do SENAI Maranhão estão em treinamento para participarem das seletivas nacionais da Olimpíada do Conhecimento, visando a classificação para a WorldSkills, prevista para acontecer em 2022, na China. Em seguida, percorreu os laboratórios de vestuário, mecânica, usinagem e panificação, encerrando a visita com a fala do presidente Edilson Baldez, que destacou a importância de receber a comitiva nacional nas instalações do SENAI e reforçou o compromisso com a qualificação profissional em todo estado.

Também fizeram parte da comitiva a Diretora de Comunicação da CNI, Ana Maria Curado, o superintendente da FIEMA, César Miranda, além de presidentes de sindicatos de São Luís e Imperatriz e diretoria da FIEMA.

Fonte: FIEMA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *