Homem negro é espancado até a morte por dois seguranças do Carrefour no Dia da Consciência Negra

Brasil 247 – Um homem negro foi espancado por dois seguranças do Carrefour e não resistiu às agressões. “A polícia de Porto Alegre (RS) investiga a morte de João Alberto Silveira Freitas, um homem negro de 40 anos, após espancamento por dois seguranças de uma loja do do supermercado Carrefour localizada no bairro Passo d´Areia, na zona norte da cidade. Vídeos que mostram o espancamento no estacionamento da loja e a tentativa de socorristas de salvarem o homem, conhecido como Beto, circulam nas redes sociais desde a noite desta quinta-feira (19) e provocam a mobilização de ativistas contra o racismo”, aponta reportagem de Cristina Camargo, na Folha de S. Paulo.

Beto morreu às vésperas do Dia da Consciência Negra, comemorado nesta sexta-feira (20) em referência à morte de Zumbi, o líder do Quilombo dos Palmares, localizado entre Alagoas e Pernambuco. “Ainda nas primeiras horas dessa data, estamos falando sobre mais um episódio brutal de racismo e de novo no Carrefour. De 20 de novembro a 20 de novembro e todos os dias, a estrutura racista deste país nos trás brutalidade como regra”, reagiu Raull Santiago, ativista e fundador da Agência Brecha. O Carrefour ainda não se pronunciou. Confira, abaixo, as cenas da agressão:

Carrefour diz que “lamenta” assassinato em sua loja

O Carrefour informou, em nota, afirmou que “romperá o contrato com a empresa responsável por ter em seus quadros de funcionários os seguranças que espancaram o homem negro João Alberto Silveira Freitas, espancado em uma unidade do supermercado na noite dessa quinta-feira (19).

“O Carrefour lamenta profundamente o caso”, disse. “Ao tomar conhecimento deste inexplicável episódio, iniciamos uma rigorosa apuração interna e, imediatamente, tomamos as providências cabíveis para que os responsáveis sejam punidos legalmente”, continuou.

“Para nós, nenhum tipo de violência e intolerância é admissível, e não aceitamos que situações como estas aconteçam. Estamos profundamente consternados com tudo que aconteceu e acompanharemos os desdobramentos do caso, oferecendo todo suporte para as autoridades locais”, acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *