Dória chama Sarney, FHC e Temer para incentivar vacinação

Apesar do tom político, João Dória afirmou que a intenção do evento não era essa, mas sim propagar a importância da vacinação contra a covid-19.

BNC – Três ex-presidentes participaram hoje (25) de um evento a favor da vacinação contra o coronavírus (covid-19) promovido pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), no Palácio dos Bandeirantes, na capital.

Fernando Henrique Cardoso (PSDB) foi o único a participar de forma presencial, enquanto Michel Temer (MDB) e José Sarney (MDB) fizeram participações de forma remota.

De acordo com o governo paulista, todos os ex-presidentes vivos foram convidados.

No entanto, Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recusaram, alegando que irão respeitar a fila do grupo prioritário.

Já o senador Fernando Collor (Pros-AL) informou pelas redes sociais que agradecia o convite, mas não iria participar do ato.

Apesar do tom político, Dória afirmou que a intenção do evento não era essa, mas sim propagar a importância da vacinação contra a covid-19.

“O objetivo do encontro não é político, é institucional, para a valorização da vida, da existência, da saúde e da proteção do povo brasileiro. É o grande sentido que nos une aqui”, disse.

Fila

Apesar da recusa, Dilma, de 73 anos, disse que aguardaria o seu momento na fila prioritária da vacinação.

Já Lula, de 75 anos, afirmou que está “preparado para tomar a vacina”, mas apenas quando o país tiver “vacina para todos”.

Desde o aval dado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a aplicação da CoronaVac no Brasil, FHC, de 89 anos, tem deixado claro o seu apoio à vacina, que já foi colocada sob desconfiança pelo presidente Jair Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *