Temer chega a Davos e comenta julgamento de Lula: ‘pode roubar a cena’

O presidente Michel Temer desembarcou em Davos, na Suíça, nesta terça-feira (23) para participar do Fórum Econômico Mundial, no qual fará um discurso para CEOs e líderes mundiais na quarta-feira, buscando convencer os investidores sobre a recuperação da economia brasileira.

O julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está marcado para o dia 24 de janeiro, mesmo dia do discurso de Temer em Davos. Ao desembarcar na Suiça, Temer falou com jornalistas brasileiros se o julgamento de Lula pode criar algum mal-estar.

“Talvez roube a cena daqui porque é no mesmo dia. Mas fora daí, eu acho que não vai causar mal-estar nenhum, é um evento natural”, afirmou Temer.

Considerado como um fator chave para definir as eleições presidenciais de 2018, o resultado do julgamento de Lula pode colocar em xeque a capacidade do governo Temer de promover a agenda de reformas no Brasil, gerando incertezas ao setor empresarial internacional presente no Fórum Econômico Mundial.

É a primeira vez que um chefe de Estado vai a Davos desde 2014, quando a ex-presidente Dilma Rousseff participou o evento. Agora, a comitiva brasileira reúne a maior delegação no Fórum em anos. O principal objetivo do governo é convencer os investidores internacionais sobre a retomada da economia brasileira.

“Em Davos, apresentarei a uma audiência global de lideranças políticas, empresariais e formadores de opinião, a agenda de reformas que está devolvendo o rumo ao Brasil e virando a página da crise econômica”, declarou Temer através do Twitter.

Fonte: Sputnik Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *