Polícia Federal prende Paulo Preto, suspeito de desvio de dinheiro em São Paulo

A Polícia Federal cumpre no início da manhã desta sexta-feira (6) mandado de prisão preventiva contra Paulo Vieira de Souza, ex-diretor da Dersa, a empresa paulista de infraestrutura rodoviária, a Dersa. Segundo a denúncia do Ministério Público Federal, ele comandou o desvio de dinheiro como o destinado ao reassentamento de desalojados por obras do trecho Sul do Rodoanel, na Grande São Paulo, durante o governo do PSDB.

A Justiça Federal determinou a prisão preventiva de Paulo Vieira de Souza e autorizou busca e apreensão em sua residência. Os mandados foram cumpridos nesta manhã pela Polícia Federal. O advogado Daniel Bialski, que defende o ex-diretor, disse que desconhece o motivo da prisão.

O Ministério Público Federal denunciou Paulo Vieira de Souza e outros quatro suspeitos pelos crimes de formação de quadrilha, inserção de dados falsos em sistema público e peculato, que é a apropriação de recursos públicos. Não há pedido de prisão.

(…)

Fonte: DCM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *