ALDO DIZ QUE DISPUTARÁ A PRESIDÊNCIA

“Tenho convite do Solidariedade para disputar as eleições presidenciais com a bandeira da união nacional pela retomada do crescimento e redução das desigualdades”, disse o ex-ministro Aldo Rebelo, que saiu do PCdoB, passou pelo PSB, e agora está no Solidariedade. Leia, abaixo, sua entrevista à coluna Poder em Jogo:

– Por que deixou o PSB?

A direção do PSB inclinou-se pela candidatura do ex-ministro Joaquim Barbosa, por cuja candidatura eu não teria condições de militar. Ideias não são metais que se fundem, como disse o estadista gaúcho.

– O senhor defendeu uma candidatura de centro, com o apoio do PSB. O partido erra ao ter um potencial candidato ao Planalto?

A viabilidade eleitoral não pode ser valor absoluto nas escolhas. Visão de mundo, ideia de país e outros valores contam muito.

– A fragmentação dos partidos e candidaturas tem favorecido Bolsonaro. Ele estará no segundo turno?

A fragmentação é resultado da desorientação existente no país. A eleição é a possibilidade que se abre para o Brasil retomar seu caminho. É impossível saber quem estará no segundo turno.

– Vai sair da política?

Não. Tenho convite do Solidariedade para disputar as eleições presidenciais com a bandeira da união nacional pela retomada do crescimento e redução das desigualdades.

Fonte: Brasil 247

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *