Fotógrafo maranhense viaja pela cultura indiana e relata como essa experiência mudou a sua vida

O CONTATO DIRETO COM OS NATIVOS ERA PRIORIDADE DE FRANCISCO OLIVEIRA, QUE TAMBÉM FEZ FOTOS COM POPULARES NA ÍNDIA (FOTO: JOSÉ REIS)

O fotógrafo Francisco Oliveira esteve recentemente na terra dos marajás em uma expedição fotográfica transformadora e inesquecível.

Durante mais de 30 dias, ele retratou o cotidiano do povo nativo do interior da índia e fez imersão ético cultural. Segundo o fotógrafo, o país faz parte do seu imaginário desde a infância, quando aos 8 anos foi a um circo e assistiu um show dos Magníficos Elefantes Indianos Do Rajastão.

A partir dali começou a aguçar a curiosidade e acalentar o sonho de conhecer esse país asiático com cultura e particularidades tão diferentes do mundo ocidental.

GURU HINDU POSANDO AS MARGENS DO RIO GANGES/ RETRATO DE UMA NOIVA RECÉM CASADA EM AGRA – ÍNDIA (FOTOS FRANCISCO OLIVEIRA)

A índia possui a segunda maior população do mundo com mais de um bilhão e 200 milhões de pessoas que habitam um território aproximadamente 20% menor do que o Brasil. Grande parte da população fala inglês, herança esta deixada pela colonização britânica, porém existem no país dezenas de línguas e dialetos.

O hinduísmo é a religião predominante e o sistema de castas um dos principais traços culturais da Índia tradicional que pouco ou quase nada se modificou em centenas de anos.

”HOMENS SANTOS” CARACTERIZADOS PELAS RUAS DA ÍNDIA. (FOTO FRANCISCO OLIVEIRA)

Segundo o fotógrafo a primeira impressão ao chegar, de cara, já foi muito impactante. ”Uma multidão de pessoas  aglomeravam – se em ruas estreitas, o trânsito era caótico e ensurdecedor. Vacas andavam pelas ruas e avenidas, dividindo espaço com os pedestres que trajavam roupas multicoloridas, camelos carregando carroças e até elefantes enormes abriam caminho sem estranheza. Lembro de não ter sacado a minha câmera por horas, eu apenas observava embasbacado, incrédulo como se estivesse dentro da tela do cinema. Logo percebi que a fotografia estava implícita, por todos os cantos que eu olhava parecia iniciar – se uma nova história, cada cena tinha uma dramaticidade única e diferente, ali eu percebi que eu seria parte viva de uma experiência antropológica que mudaria minha vida”, relata.

ENSAIO COM MODELO NO TAJ MAHAL, AGRA – ÍNDIA. (FOTO FRANCISCO OLIVEIRA)

Durante a sua estada na índia o fotógrafo deu prioridade ao contado direto com os nativos e os fotografou as margens do sagrado Rio Ganges. Viajou a camelo e passou noites no deserto, participou de uma autêntica festa de casamento e visitou muitas celebrações e festivais por todo o país. O material produzido se transformará em uma exposição a ser exibida em São Luís e na Índia.

GURU INDIANO REVELA SEU LADO CÔMICO. (FOTO FRANCISCO OLIVEIRA)

Sobre o fotógrafo

Francisco Oliveira é formado e pós-graduado na área de comunicação e marketing. A sete anos escolheu a fotografia como profissão e estilo de vida, estudou com grandes mestres no Brasil e no exterior, criou o seu estilo próprio e se especializou na fotografia de pessoas e na técnica da iluminação dinâmica.

Além de profissional reconhecido no mercado maranhense, Francisco Oliveira também é professor com larga experiência e através dos seus workshops já formou e especializou mais de 300 fotógrafos em 7 cidades brasileiras. Atualmente se dedica a viajar pelo mundo realizando expedições fotográficas.

Fonte: Blog do Ned

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.