CAXIAS E SEUS POETAS

Glenda de Carvalho

Caxias (MA) é berço de grandes poetas e escritores a exemplo de Gonçalves Dias, Vespasiano Ramos, Coelho Neto, Raimundo Teixeira Mendes, Teófilo Dias, entre outros que se destacam na literatura nacional desde o século XIX. A cidade continua sendo referência na literatura, com o surgimento de novos poetas, em que podemos destacar o poeta e professor Francisco de Assis Carvalho da Silva Junior, conhecido popularmente como Carvalho Junior.

Desde os 14 anos a poesia está presente na vida de Carvalho Junior: “Costumo dizer que nasci dentro da biblioteca da escola Clóvis Vidigal, lá que conheci a poesia de Cecília Meireles e do conterrâneo Gonçalves Dias, esse casal literário faz parte dos meus começos na ligação com a poesia. Entre outras leituras importantes, nesse jogo de influências e confluências, comecei a escrever meus primeiros poemas por volta dos 14 anos. Desde esse despertar até hoje, aos meus 32 anos, tenho uma caminhada que me deixa feliz pelos resultados e aprendizados,” conta.

A escola possui papel fundamental na formação de futuros poetas e escritores, mas, muitas vezes, essa prática literária é deixada de lado; “A poesia não é desvalorizada na/pela escola, mas é invisível para a bolha universal, como diz Eliot: os poetas são legisladores negados pelo mundo. Há muito para ser feito, mas do pouco que se faz, muito se deve à escola e ao trabalho do professor. Precisamos investir na formação de leitores de poesia, forças de diversos segmentos precisam ser empreendidas, não apenas da escola que como bem sabemos são sucateadas na sua maioria,” comenta Carvalho Junior.

Para o escritor, a poesia representa marcas e identidade do povo caxiense: “Em se tratando de Caxias, que possui uma tradição e também uma continuidade, é necessário de que ela passe a habitar cada vez mais espaços e peitos humanos. Há uma boa movimentação na cidade para que reencontremos os rumos na rede literária transpondo o simples ufanismo e mito de ‘Terra dos Poetas’. Somos terra de homens e mulheres de/das letras com relevância dentro da história da literatura, desse modo temos uma responsabilidade de manter acesa a chama da poesia e do pensamento,” conta.

A estudante Gabrielle Kathleen Paula Silva, 18 anos, relata que o poeta Carvalho Junior é sua referência na literatura caxiense: “Eu conheci o professor Carvalho Junior em um sarau e ele era o organizador e fundador do sarau. Ele abriu as portas para meu amor a poesia, iniciando saraus, amostras de poesias, exposições. Tudo isso uma forma de trazer a poesia para perto, isso acaba afetando não só a mim, mas toda sociedade,” relata.

O professor e poeta Carvalho Junior, já foi premiado no I Festival Caxiense de Poesia (FECAPO), organizado pela Academia Caxiense de Letras, que o levou a tornar-se hoje um membro efetivo da Casa de Coelho Neto. No Maranhão, venceu o troféu Nauro Machado no I Festival Maranhense de Conto e Poesia. Possui publicações nas principais revistas literárias virtuais do país, como Germina, Mallarmargens e Poesia dos Brasis. Foi selecionado em 2017, com o poema “Abrigos” para a participação na exposição nacional POESIA AGORA, do Itaú Cultural.

Fonte: Academia Caxiense de Letras

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *