Incêndio destrói barracão de duas escolas de samba na Zona Portuária do Rio

Um incêndio destruiu um barracão de duas escolas de samba na Zona Portuária do Rio, na manhã desta quarta-feira (2). Ninguém se feriu.

O galpão, que fica perto do Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into), era do Império da Tijuca e foi alugado para a Unidos da Ponte e para a Lins Imperial, da Série A.

O presidente da Lins Imperial, Flavio Mello, contou que usuários de drogas teriam colocado fogo a estruturas que a equipe da escola deixou do lado de fora do galpão para roubar ferragens, e o fogo teria se alastrado.

“Há uma semana fizemos uma limpeza do galpão e retiramos alegorias e objetos. Os que seriam descartados foram deixados do lado de fora para remoção. Comerciantes viram usuários de drogas botando fogo para queimar o que era inflamável, mas as chamas saíram de controle”, disse.

Segundo a Unidos da Ponte, apenas uma alegoria foi atingida pelo incêndio, que queimou esculturas soltas e parte da estrutura do barracão. “Ainda não é possível calcular o prejuízo causado pelo incidente, mas a diretoria da Unidos da Ponte já está mobilizada no sentido de recuperar os danos e dar seguimento aos trabalhos visando ao Carnaval 2019”, informou o presidente Rosenberg de Azevedo.

Risco de explosão

Houve preocupação dos bombeiros para debelar logo as chamas porque o incêndio ocorria ao lado de um depósito de combustível.

Um senhor de 86 anos dormia no barracão e foi salvo por comerciantes vizinhos, que o acordaram e o retiraram do local.

A pista lateral da Avenida Brasil no sentido Centro está interditada no trecho por conta do incêndio.

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *