DIREITA PRESSENTE LIBERDADE DE LULA NESTA SEMANA

Em artigo publicado neste domingo, a colunista Eliane Cantanhêde vocalizou um temor da direita brasileira: o de que o ex-presidente Lula, que vem sendo mantido como preso político em Curitiba para ser excluído das eleições presidenciais de 2018, ganhe a sua liberdade. “Tudo pode acontecer. Inclusive Lula ser solto”, diz ela, ao comentar a votação no plenário virtual da segunda turma do Supremo Tribunal Federal, que já começou na última sexta-feira e terá seu resultado divulgado até o dia 10 de maio.

Como Toffoli tem tomado decisões consideradas extravagantes até por alguns colegas – como a autorização para Demóstenes Torres concorrer em outubro, mesmo após a cassação pelo Senado –, paira uma dúvida no lindo prédio de vidro e concreto do Supremo: Toffoli negou monocraticamente aquele pedido da defesa de Lula para reduzir preventivamente o impacto da decisão do plenário virtual da Segunda Turma? 

Vamos saber em alguns dias, mas a avaliação de quem vive nesse clima é que, se for uma decisão técnica, o agravo da defesa de Lula será derrubado por unanimidade, por cinco a zero. Mas será tão técnica assim? Pelo histórico da turma, que se contrapõe à Primeira, dá sempre 3 a 2 ou 4 a 1, com Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski de um lado, Fachin do outro e o decano Celso de Mello como pêndulo. Logo, tudo pode acontecer. Inclusive Lula ser solto.

Fonte: Brasil 247

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *