Porto do Itaqui terá monitoramento de tráfego marítimo

Porto do Itaqui será monitorado por sistema informatizado. (Foto: Divulgação)

Nesta quarta-feira (27) foi publicada a licença de implantação do Sistema de Gerenciamento e Informação do Tráfego de Embarcações (VTMIS) para o Porto do Itaqui pela Marinha do Brasil, conforme Portaria Nº 71/DNH no Diário Oficial da União. O VTMIS é um sistema informatizado de auxílio à navegação, que permite o monitoramento ativo do tráfego marítimo.

A Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP) elaborou projeto em conjunto com a Secretaria Nacional de Portos, dentro das ações do Programa Cadeia Logística Portuária Inteligente, conforme norma (NORMAN 26) da Marinha do Brasil. Quando implantado, o sistema vai monitorar dados de tráfego de embarcações por meio de estações remotas, equipadas com sensores (radares e câmeras), abrangendo os canais interno e externo e as áreas de fundeio.

O objetivo é garantir a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana no mar, aumentar a eficiência do tráfego marítimo, auxiliar na prevenção da poluição marinha, proteger as comunidades e a infraestrutura portuária, além de monitorar as condições ambientais. Tudo isso com foco no cumprimento de padrões marítimos internacionais na área de cobertura do porto.

A partir da concessão da licença de implantação a EMAP deverá atender aos requisitos estabelecidos pela autoridade marítima para garantir a licença de operação do sistema. Os próximos passos incluem tratativas com a Capitania dos Portos e Diretoria de Hidrografia e Navegação (DNH) para viabilização técnica do projeto e demais alinhamentos com os Terminais de Uso Privativo (TUP) do Complexo Portuário e órgãos anuentes, como a Polícia Federal e a Receita Federal, que também serão beneficiados com o compartilhamento de dados provenientes do novo sistema.

Mais investimentos

A EMAP já realizou investimentos em infraestrutura para execução do projeto de monitoramento marítimo, como a instalação de rede de fibra óptica, a construção do Centro de Controle Operacional do Porto do Itaqui, reforma do datacenter da EMAP, aquisição de licenças VMWARE e modernização do Circuito Fechado de TV. Além disso está em processo de aquisição o sistema AIS (Automatic Identification System), que identifica e localiza embarcações através da troca eletrônica de dados com outros navios e estações VTS. Espera-se que os recursos para viabilização do sistema sejam provenientes de investimento próprio da EMAP e do Governo Federal.

Porto já recebeu outros investimentos, como o Centro de Controle Operacional. (Foto: Divulgação)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.