LULA SEGUE ESTRATÉGIA SOFISTICADA E É UM ‘PIRRO ÀS AVESSAS’, DIZ JORNALISTA

Uma das facetas da estratégia de Lula, segundo a jornalista, é: a despeito do direito de Lula insistir em sua candidatura dentro dos prazos legais e do protocolos formais, o que seus perseguidores esperavam era uma desistência que não veio. Isso confere um grau de irritabilidade nas cortes que acabam por induzirem-nas ao erro e ao desgaste.

Leia trechos do artigo de Daniela Lima, publicado no jornal Folha de S. Paulo.

“Ao registrar a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência, nesta quarta-feira (15), o PT abre nova e aguda fase de embate com o Judiciário, reafirmando tática que foi adotada pelo ex-presidente desde que ele entrou na mira da Lava Jato. A opção pelo confronto foi consciente e pragmática. Numa tentativa de dar sobrevida política ao partido que criou e ao próprio legado, Lula decidiu esgarçar todos os fios de sua relação com a Justiça, sacrificando as remotas chances que teria de deixar a cadeia cedo ou de contar com alguma boa vontade no Tribunal Superior Eleitoral. O petista sabe que, colocando o TSE contra a parede enquanto arquiteta a própria substituição na corrida pelo Planalto —dentro da carceragem da Polícia Federal—, irrita os ministros e abre espaço para respostas extremadas e céleres. Mas é preso, derrotado dia após dia nos tribunais, que Lula mantém vivo o discurso de que é vítima de uma caçada judicial.

Leia mais em Brasil 247

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *