Dilma dispara contra Bolsonaro: “O ‘coiso’ é a barbárie”

Ex-presidenta, que é líder nas pesquisas para o Senado em Minas Gerais, disse em um evento de campanha que está em jogo nas eleições de outubro uma disputa entre “civilização e barbárie”

Em um ato de campanha na noite desta segunda-feira (24) em Belo Horizonte (MG), a ex-presidenta Dilma Rousseff (PT) se somou ao coro de mulheres contra o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) ao fazer uma contundente fala contra o capitão da reserva.

De acordo com Dilma, que é candidata ao Senado por Minas Gerais e lidera todas as pesquisas, o que está em jogo nessas eleições é uma disputa entre “civilização e barbárie” e Bolsonaro representaria a barbárie. A petista se referiu ao candidato do PSL como “coiso” – alcunha que se popularizou entre as mulheres que encampam a mobilização contra Bolsonaro e se recusam a chamá-lo pelo nome.

“No dia 7, estamos disputando o momento mais delicado da vida política do Brasil. Tem um confronto entre civilização e barbárie, e nós sabemos que o ‘coiso’ é a barbárie. O ‘coiso’ é negar todos os direitos que nós conquistamos nas últimas décadas”, afirmou.

Em seu discurso, Dilma disse ainda que a ascensão da extrema-direita no Brasil é uma responsabilidade do PSDB. “O fato mais grave que a gente deve atribuir aos tucanos é ter permitido o surgimento de uma extrema-direita e seus filhotes: todos os MBL, os Vem Pra Rua”, pontuou.

Fonte: Revista Fórum

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.