China inaugura a ponte sobre o mar mais longa do mundo

Colossal projeto que conecta Hong Kong à China continental, estratégico para Pequim, teve inúmeros atrasos, superfaturamentos e problemas políticos

A maior ponte sobre o mar construída no planeta, de 55 quilômetros de longitude e que une as cidades de Hong Kong, Zhuhai e Macau foi inaugurada nesta terça-feira, 23 de outubro, com a presença do presidente chinês Xi Jinping, segundo informações de veículos locais. Na imagem, um homem pesca em sua embarcação próximo à infraestrutura, na localidade de Zhuhai, ao sul da China.
ANTHONY WALLACE AFP | A maior ponte sobre o mar construída no planeta, de 55 quilômetros de longitude e que une as cidades de Hong Kong, Zhuhai e Macau foi inaugurada nesta terça-feira, 23 de outubro, com a presença do presidente chinês Xi Jinping, segundo informações de veículos locais. Na imagem, um homem pesca em sua embarcação próximo à infraestrutura, na localidade de Zhuhai, ao sul da China.

 

Em sua construção, tiveram que levantar gigantescos pilares para que as embarcações pudessem navegar, duas ilhas artificiais e 6,7 quilômetros de túneis submarinos. Supõem que a edificação tenha 20 vezes a longitude do Golden Gate, a famosa ponte levantada na cidade norte-americana de San Francisco. Na imagem, uma das seções da ponte.
Em sua construção, tiveram que levantar gigantescos pilares para que as embarcações pudessem navegar, duas ilhas artificiais e 6,7 quilômetros de túneis submarinos. Supõem que a edificação tenha 20 vezes a longitude do Golden Gate, a famosa ponte levantada na cidade norte-americana de San Francisco. Na imagem, uma das seções da ponte.

 

A ponte, um dos projetos mais ambiciosos da China até hoje, reduz a distância entre as três cidades de mais de três horas para apenas 30 minutos, o que facilitará o fluxo de passageiros e turistas pela região. Na imagem, vista panorâmica da ponte à noite.
A ponte, um dos projetos mais ambiciosos da China até hoje, reduz a distância entre as três cidades de mais de três horas para apenas 30 minutos, o que facilitará o fluxo de passageiros e turistas pela região. Na imagem, vista panorâmica da ponte à noite.

 

Na imagem, um pescador trabalha próximo à ponte Zhuhai-Macau-Hong, em 22 de outubro de 2018.
Na imagem, um pescador trabalha próximo à ponte Zhuhai-Macau-Hong, em 22 de outubro de 2018.

 

Este macroprojeto marca o início de uma nova meta para a tentativa de Pequim de promover a integração econômica entre Hong Kong e as cidades asiáticas do sul, uma zona conhecida como a grande baía do delta do rio Pérola, que o Governo quer converter em um centro econômico e tecnológico que compita com o Vale do Silício. Na imagem, a vista da ponte iluminou seu passo por Hong Kong.
Este macroprojeto marca o início de uma nova meta para a tentativa de Pequim de promover a integração econômica entre Hong Kong e as cidades asiáticas do sul, uma zona conhecida como a grande baía do delta do rio Pérola, que o Governo quer converter em um centro econômico e tecnológico que compita com o Vale do Silício. Na imagem, a vista da ponte iluminou seu passo por Hong Kong.

Leia mais em El País

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *