“Pesquisas do PT dão diferença de 5 pontos”, diz Haddad

Petista afirmou ainda que espera declaração mais contundente de Ciro Gomes “contra o fascismo” e a favor de sua campanha

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, disse nesta sexta-feira que pesquisas internas do PT mostram uma desvantagem de cinco pontos de sua candidatura para a de Jair Bolsonaro (PSL). Ele ainda afirmou que espera uma fala “dura” do ex-presidenciável Ciro Gomes “contra o fascismo” e a favor de sua campanha.

“Eu espero, sim, que ele ao desembarcar faça uma fala dura contra o fascismo, contra o discurso do ódio. Tenho certeza que ele vai fazer uma fala dura e nós vamos vencer juntos”, afirmou Haddad em entrevista à Rádio Super, de Minas Gerais.

Ciro, terceiro colocado na disputa presidencial pelo PDT, desembarca da Europa nesta sexta-feira. O presidente do PDT, Carlos Lupi, disse à Reuters na véspera que conversará com Ciro para ver “o que mais é possível fazer” em defesa da candidatura de Haddad. O petista conversou com Lupi na quarta e pediu uma ação mais incisiva de Ciro antes da votação do segundo turno, no domingo.

Durante a entrevista, Haddad voltou a dizer que se vencer a eleição será necessário fazer um governo amplo, “com todos os democratas”.

Datafolha

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (25) mostrou Bolsonaro na liderança do segundo turno da disputa presidencial com 56% de votos válidos, contra 44% de Haddad, uma diferença de 12 pontos. No levantamento anterior, a distância era de 18 pontos.

Fonte: Terra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *