O poder do nu

Sete décadas depois da morte de Anne Brigman, a fotógrafa que rompeu as barreiras ao se autoretratar nua em 1905 ganha sua primeira grande retrospectiva nos EUA

    • 1Heart of the storm (O calor da tormenta) Em 1905, uma mulher se retratou nua nas montanhas acidentadas de Serra Nevada, na Califórnia. “Eu queria ser livre … Isso era tudo que eu queria”, lembrou Anne Brigman (1869-1950). No meio da transição dos valores da era vitoriana para o alvorecer da era moderna, a fotografia rompeu regras. “Para Brigman mostrar seu próprio corpo nu como tema de suas fotografias no início do século XX foi algo radical. Ao fazê-lo ao ar livre, em um lugar inabitado de natureza praticamente inóspita foi revolucionário “, diz Ann M. Wolfe, curador da primeira grande retrospectiva dedicada a esta fotógrafa, poeta e protofeminista.ANNE BRIGMAN/ WILSON CENTRE FOR PHOTOGRAPHY
    • A exposição Anne Brigman: Uma Visionária na Fotografia Moderna (até 27 de janeiro em Nevada, Estados Unidos) nos leva ao universo da autora através de mais de duzentas imagens. Obra de atmosfera sugestiva e etérea respirada pela poesia de uma natureza poderosa e selvagem habitada fundamentalmente por personagens femininas que mantêm uma forte ligação com ela. Veja a seguir algumas destas fotografias.
      2The Source, (A fonte), 1905 A exposição Anne Brigman: Uma Visionária na Fotografia Moderna (até 27 de janeiro em Nevada, Estados Unidos) nos leva ao universo da autora através de mais de duzentas imagens. Obra de atmosfera sugestiva e etérea respirada pela poesia de uma natureza poderosa e selvagem habitada fundamentalmente por personagens femininas que mantêm uma forte ligação com ela. Veja a seguir algumas destas fotografias.ANNE BRIGMAN/WILSON CENTRE FOR PHOTOGRAPHY
    • 3The bubble (A bolha), 1906 ANNE BRIGMAN/WILSON CENTRE FOR PHOTOGRAPHY
    • 4Dawn (Amanhecer), 1909 ANNE BRIGMAN/THE METROPOLITAN MUSEUM OF ART
    • 5The breeze (A brisa), 1909 ANNE BRIGMAN/ WILSON CENTRE FOR PHOTOGRAPHY
    • 6Pan, 1914 ANNE BRIGMAN/THE METROPOLITAN MUSEUM OF ART
    • 7Via Dolorosa, circa 1911 ANNE BRIGMAN/ THE MICHAEL G. AND C. JANE WILSON 2007 TRUST
    • 8Sand Erosion (Erosão de areia), 1931 ANNE BRIGMAN/ THE MICHAEL G. AND C. JANE WILSON 2007 TRUST
    • 9Imogen and Twinka at Yosemite, 1974 JUDY DATER/ MODERNISM, SAN FRANCISCO
    • 10Night Bathing ( Banho noturno) 1939, LOUISE DAHL-WOLFE/ CENTER FOR CREATIVE PHOTOGRAPHY,
    • 11Creek (Riacho), 1974 ANA MENDIETA/ CORTESÍA GALERIE LELONG & CO.
    • 12Autorretrato com pedra, 1981 JUDY DATER/ MODERNISM, SAN FRANCISCO
  • 13Goddess head (Cabeça de deusa) da série Calling, 1975 MARY BETH EDELSON /CORTESIA DAVID LEWIS/ MARY BETH EDELSON
  • 14Sem título #111, 2006–07 LAURA AGUILAR
  • 15Smoke goddess V (Deusa da fumaça) da série Women and smoke, 1972 JUDY CHICAGO /ART RESOURCE, NY

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *