Maduro: Venezuela realizará exercícios militares em fevereiro para demonstrar poder bélico

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou a realização de exercícios militares entre os dias 10 e 15 de fevereiro, para demonstrar que o país possui capacidades de se defender de qualquer agressão.

“Contamos com com Forças Armadas profissionais e bem preparadas, prontas para defender a Pátria com a própria vida e em sob qualquer cenário”, advertiu Maduro, durante uma coletiva de imprensa no Palácio Miraflores (sede do governo), transmitida pelas emissoras estatais.

O líder da Venezuela também acrescentou que, entre os dias 10 e 15 de fevereiro, exercícios militares serão realizados no país.

“Esses exercícios provarão a todos que as nossas Forças Armadas, em questão de 24 horas, estarão mobilizadas para defender o país de qualquer agressor”, destacou o presidente.

No dia 23 de janeiro, o líder da oposição e presidente do parlamento, se autoproclamou presidente interino da Venezuela. Ele foi apoiado pelos EUA, Canadá, Colômbia, Brasil, Argentina e outros países.

Nicolás Maduro qualificou o ato de tentativa de golpe de Estado e anunciou o rompimento das relações diplomáticas com os EUA. O ministro da Defesa, Vladimir Padrino López, por sua vez, anunciou que as Forças Armadas não reconhecem Juan Guaidó como chefe de Estado.

Fonte: SputnikNews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.