TRAGÉDIA DE SUZANO: OS ESTADOS UNIDOS SÃO AQUI?

Por Gil Maranhão / De Brasília

Parece coisas dos Estados Unidos – pois sempre somos surpreendidos com tragédias em escolas norte-americanas, e retratadas em um filme “baseado em fatos reais”. Mas o que aconteceu na manhã desta quinta-feira, 13 – e não me venham os pessimistas colocarem culpa no número – não foi nos EUA. Mas no Brasil, país que desde o início do ano está bombardeados com tragédias em cima de tragédias. Não foi um filme – embora tenha todo um roteiro para isso, pela forma como aconteceu.

O palco

O palco desta vez não foi Minas Gerais – Brumadinho; nem o Rio de Janeiro – Ninho do Urubu. Mas São Paulo, que desde início deste mês vem sendo alagadas por enxurradas.

A tragédia à moda americana foi um ataque a tiros na tradicional Escola Estadual Raul Brasil, na cidade de Suzano, ocorrido por volta das 9h30. Dois adolescentes encapuzados entraram atirando, mataram cerca de 10 pessoas e outras 15 ficaram feridas, segundo o governo e a Polícia Militar de São Paulo.

A arma medieval

Me chamou a atenção uma das armas usadas pelos atiradores: uma “Besta” (pronuncia-se bésta). Trata-se de uma arma usada´na era medieval, com formato semelhante ao de uma espingarda, com um arco de flechas adaptado a uma das extremidades de uma haste. É acionado por um gatilho, o qual projeta virotes, que são dardos similares a flechas, porém um pouco mais curtos.

Alguns

Da tragédia, repassados à imprensa pela polícia:

  • Ainda não se sabe o motivo do ataque e o vínculo dos atiradores com a escola.
  • Antes de os autores do ataque entrarem na escola, um homem foi baleado em uma loja de veículos nas proximidades. A polícia ainda apura se há relação entre os dois crimes.
  • 23 pessoas foram levadas a hospitais. Entre elas, há pessoas que ficaram feridas e outras que passaram mal após o ataque
  • 04 dos mortos no local são alunos do ensino médio.
  • Outros 02 adolescentes foram socorridos, mas morreram no hospital.
  • Uma testemunha disse que viu um deles com arma de fogo e outro, com uma faca.
  • A PM encontrou no local um revólver 38, uma besta (um artefato com arco e flecha), objetos que parecem ser coquetéis molotov e uma mala com fios.
  • Um vídeo, feito por câmera de segurança, mostra o momento em que os atiradores chegam à escola.
  • Eles estavam em um carro branco, estacionam no portão, descem calmamente e entram pela porta da frente, que estava aberta.
  • Minutos depois, a mesma câmera mostra muitos alunos fugindo da escola.
  • Na mochila dos atiradores havia 3 coquetéis molotov (1 em cada mochila), duas bestas (lança-seta) e um revólver 38.
  • Uma terceira mochila foi encontrada com uma espécie de bomba – segundo informações do Major Caruso, subcomandante do 32.º Batalhão com sede em Suzano.
  • O governador de São Paulo, que esteve no local, logo após a tragédia, decretou luto oficial de 3 dias no estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.