Polícia detém menor suspeito de envolvimento no massacre na escola em Suzano

A polícia deteve nesta terça-feira (19) o adolescente suspeito de ajudar no planejamento do massacre na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), comunicou o portal G1.

De acordo com o portal, o suspeito de 17 anos de idade foi preso em casa.

Na quinta-feira (14), o suspeito se apresentou à Justiça, porém, ele negou ter participado do crime e foi liberado. Na segunda-feira (18), a polícia apresentou ao Ministério Público os resultados das buscas feitas na casa do adolescente.

No decorrer da investigação a polícia analisou os celulares do adolescente e dos dois assassinos. Segundo a polícia, as conversas telefônicas efetuadas indicam sinais claros de planejamento do crime.

A juíza ordenou a internação provisória do adolescente, detido por 45 dias, com possibilidade de prolongar o prazo.

Na quarta-feira (13), a dupla de atiradores Guilherme Taucci Monteiro e Luiz Henrique de Castro, ambos ex-alunos de 17 e 25 anos, mataram cinco estudantes e duas funcionárias da Escola Estadual Raul Brasil. Antes, os assassinos mataram um comerciante na região.

Depois do ataque, um dos assassinos matou o parceiro e, em seguida, se suicidou. Segundo a polícia, tratou-se de um “acordo”, segundo o qual os jovens cometeram o crime e se suicidaram.

Fonte: SputnikNews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.