RAONI LIDERA LISTA DE APOSTAS DO NOBEL DA PAZ

Agressões de Jair Bolsonaro ao cacique deram impulso à campanha do líder indígena para receber o Nobel.

Atacado pelo presidente Jair Bolsonaro em seu discurso na abertura da Assembleia Geral da ONU, no final de setembro, em Nova York, o cacique  Raoni Metuktire é um dos nomes cotados para receber o prêmio Nobel da Paz, que será anunciado nesta sexta-feira, 11, em Oslo.

Crédito: Divulgação O cacique Raoni Metuktire é um dos cotados para ganhar o Prêmio Nobel da Paz

Diversas publicações que colocam o líder indígena símbolo da proteção da Amazônia entre os cinco favoritos ao prêmio, como sueca Greta Thunberg, o etíope Abiy Ahmed e a primeira-ministra neozelandesa Jacinda Ardern.

A Time Magazine lembrou que Raoni “passou sua vida protegendo sua casa, a floresta Amazônica”. Na apresentação do cacique, não faltam referências a Bolsonaro nem aos incêndios na Amazônia.

Se Raoni ganhar o prêmio nesta sexta-feira, ele pode ou não ser o primeiro brasileiro agraciado —depende do ponto de vista. Em 1960, Peter Brian Medawar, nascido em Petrópolis (RJ), levou o Nobel de Medicina.

Dos concorrentes, 223 são indivíduos e 78 são organizações. Estão bem cotados o Repórteres Sem Fronteiras, que lutam pela liberdade de imprensa e proteção de jornalistas, e o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur).

Fonte: Catraca Livre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *