“SEU TEMPO ACABOU”: SENADORES OPOSITORES EXIGEM QUE PIÑERA CONVOQUE ELEIÇÕES ANTECIPADAS NO CHILE

Proposta foi lançada pelos senadores Alejandro Guillier e Alejandro Navarro, e fala em eleições gerais, incluindo a renovação completa do Congresso.

Do Chile, especial para a Fórum

Na semana em que a crise social e política no Chile completa um mês, o presidente do país, Sebastián Piñera, recebe uma dura manifestação por parte de dois senadores opositores: os progressistas Alejandro Guillier e Alejandro Navarro escreveram uma carta em conjunto, na qual afirmam que a única saída para a crise é que o mandatário renuncie ao seu cargo e convoque eleições gerais antecipadas.

Sim, eleições gerais. Guillier e Navarro consideram que é preciso, além de um novo Poder Executivo, uma renovação completa do Congresso Nacional, incluindo os cargos de ambos.

Em uma série de dois tuítes, o senador Guillier – que foi o segundo colocado nas eleições presidenciais de 2017, perdendo justamente para Piñera – resumiu sua carta: “presidente, o seu tempo acabou. O acordo de San Damián é muito pouco, e veio muito tarde. A possibilidade de construir um novo Chile requer que você tome a iniciativa de chamar a eleições antecipadas à Presidência da República e à totalidade do Congresso Nacional”.

O termo “acordo de San Damián” se refere ao fato de que Piñera propôs, na noite deste domingo (10), a instauração de um processo que chamou de “Congresso Constituinte”, que vem sendo criticado desde então por se parecer a uma reforma constitucional sem assembleia constituinte, como exigem os protestos, mas através das elites políticas – a referência a San Damián tem a ver com o bairro de Santiago onde vive boa parte da elite política do país.

Nova Constituição

Por isso, Guillier também escreveu, em seguida, que “nessas mesmas eleições gerais, os chilenos e as chilenas deverão poder decidir o mecanismo para a nova Constituição”, revelando que a proposta incluiu a realização de um plebiscito nesse sentido junto com a escolha das novas autoridades.

Por sua parte, o senador Alejandro Navarro, que também foi candidato presidencial em 2017, afirmou em um vídeo difundido em seu Twitter que “todos devemos colocar nossos cargos à disposição, e eu estou disponível para isso, porque o Executivo hoje carece de legitimidade, o Congresso também carece de legitimidade, e a melhor saída é convocar eleições antecipadas”.

Fonte: Revista Fórum

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.