EM TÔM IRÔNICO, BOLSONARO DIZ QUE NÃO PODE CONCEDER ENTREVISTA DEVIDO A CÂNCER

Planalto confirma que presidente tirou lesões da pele que seguiram para análise “de rotina”.

Depois de ter afirmado que poderia ter um câncer de pele, o presidente Jair Bolsonaro ironizou a informação nesta quinta-feira e disse a jornalistas que não poderia conceder entrevista devido à doença. “Pessoal, como estou com câncer não vou poder atender vocês, tá ok?”, ironizou Bolsonaro na saída do Palácio da Alvorada nesta manhã.

Na noite de quarta-feira, depois de sair do Hospital da Força Aérea Brasileira em Brasília, Bolsonaro contou a jornalistas que havia tirado um sinal da orelha durante uma consulta dermatológica, e que havia a possibilidade de ser um câncer de pele. “Tem um possível câncer de pele. Tenho pele clara, pesquei muito na minha vida, fiz muita atividade. Então, a possibilidade de câncer de pele existe”, disse o presidente ao comentar o procedimento.

Na tarde desta quinta-feira, a Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência emitiu uma nota confirmando que o presidente retirou lesões na face e na orelha e que o material seguirá para análise laboratorial, “como é de rotina”. A nota também afirma que “convém, segundo orientação do especialista, fazer avaliação semestral em face do excesso de exposição solar prévia, o que já está sendo seguido” e que o presidente cumpre normalmente sua agenda de compromissos previstas nesta quinta.

Fonte: El País

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.