Para estrear a vacinação, MA recebe 123 mil doses da CoronaVac

Por Raimundo Borges

Antes do prazo previsto de 4ª feira, o Ministério da Saúde reuniu ontem os governadores para anunciar a distribuição do primeiro carregamento de vacinas contra a covid-19, a CoronaVac, produzida na China e no Instituto Butantan, em São Paulo.

O Maranhão foi aquinhoado com 123 mil doses da vacina, as quais o secretário estadual da saúde, Carlos Lula foi recebê-las em São Paulo e vai redistribui-las aos municípios.

O secretário de saúde Carlos Lula esteve presente no Centro de Distribuição Logística do Ministério da Saúde, localizado em Guarulhos. Foto: Reprodução.

A informação da quantidade foi prestada nas redes pelo deputado federal Juscelino Filho (DEM). A expectativa é de que a vacinação comece imediatamente após a chegada do material ao Maranhão.

São Luís: 37 mil profissionais da saúde

O prefeito Eduardo Braide tinha programado para lançar a vacinação na quarta-feira, dia 20, mas pode, caso queira, começar logo, já que outros Estados estão repetindo São Paulo, que começou domingo passado, após vacinar a enfeira Mônica Calazans como a primeira do Brasil a ser vacinada contra a covid19.

Prefeito Eduardo Braide durante divulgação do plano municipal de vacinação.

A Prefeitura de São Luís almeja vacinar 37 mil profissionais de saúde e 143 idosos em instituições de longa permanência na 1ª fase de imunização contra Covid-19 na capital.

A informação foi confirmada no fim da semana passada pelo prefeito Eduardo Braide (Podemos), durante divulgação do plano municipal de vacinação.

Os idosos serão vacinados na própria instituição onde residem. Para este público serão disponibilizadas equipes de vacinação que irão fazer a aplicação das doses in loco. Para isto, os idosos serão cadastrados previamente no aplicativo Conecte-SUS, do Ministério da Saúde, que funcionará como uma carteira de vacinação digital e será usado em todo o país durante a Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid.

Já os profissionais de saúde se imunizarão no Centro Municipal de Vacinação. Toda a primeira fase durará sete semanas. Nesta etapa serão disponibilizadas doses das vacinas desenvolvidas pelo consórcio da farmacêutica britânica AstraZeneca e da Universidade de Oxford. O lote foi fabricado pelo laboratório indiano Serum e importado pela Fiocruz. Também serão disponibilizadas seis milhões de doses da vacina Coronavac, desenvolvida pela parceria Sinovac-Butantan.

Centro de Vacinação: Multicenter Sebrae

O prefeito Eduardo Braide, acompanhado do secretário municipal de Saúde, Joel Nunes, demais secretários e equipe técnica, visitou, na manhã de sábado (16), a área do Pavilhão de Eventos do Multicenter Sebrae, no bairro Cohafuma, onde será instalado o Centro Municipal de Vacinação contra a Covid-19. O espaço terá capacidade de atendimento de 200 aplicações de dose de vacina por hora.

Braide visita local onde será instalado o Centro Municipal de Vacinação contra a Covid-19

O Pavilhão de Eventos do Multicenter Sebrae tem 8,7 mil metros quadrados de área. O Centro Municipal de Vacinação faz parte das estratégias previstas no Plano Municipal de Vacinação para imunizar a população da capital contra a Covid-19. No local, haverá área de triagem para garantir que apenas pessoas aptas e o público-alvo de cada fase tenha acesso.

Tudo pronto

Serão disponibilizados totens com álcool em gel para que todos possam se higienizar. Cadeiras serão dispostas com o espaçamento devido para que todos possam aguardar sua vez de forma confortável. Para a primeira fase da vacinação, serão disponibilizados 10 vacinadores em salas climatizadas. A capacidade de atendimento do centro será de 200 aplicações de dose de vacina por hora. Caso o cidadão tenha dificuldades de locomoção o vacinador irá até a pessoa no pavilhão de eventos para aplicar a vacina.

“A primeira fase terá duração de sete semanas. Neste primeiro momento, conforme determinou o Ministério da Saúde, vacinaremos os profissionais da saúde, que serão atendidos no Centro Municipal de Vacinação, e os idosos que residem em instituições de longa permanência, que serão atendidos na própria instituição. À medida que mais doses da vacina forem chegando e novos públicos liberados para imunização pelo ministério vamos ampliando este trabalho”, explicou o secretário municipal de Saúde, Joel Nunes.

“Teremos no Centro Municipal de Vacinação toda a estrutura e equipes necessárias para fazer a imunização da nossa população. Teremos área de triagem, salas de vacinação atendendo de forma simultânea, espaço para que o cidadão possa ficar em observação após a aplicação da dose caso surja algum efeito adverso e equipes médicas de plantão para prestar atendimento, se preciso. Todo o espaço será montado para que o cidadão se sinta acolhido, esteja confortável e receba atendimento humanizado. Aproveito para agradecer ao Sebrae pelo espaço que conta com toda a estrutura necessária para receber nossa população”, destacou o prefeito Eduardo Braide.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.