Médico do interior de SP é um dos sobreviventes de barco-hotel que naufragou no Pantanal; 4 parentes morreram

Um médico urologista de São José do Rio Preto (SP) está entre as pessoas que sobreviveram após um barco-hotel naufragar no rio Paraguai, em Corumbá (MS), na tarde da última sexta-feira (15).

Geovanne Furtado Souza foi resgatado ileso. Porém, o pai, tio, o sobrinho e o cunhado do urologista não conseguiram sair a tempo e morreram.

Segundo o Corpo de Bombeiros, 21 pessoas estavam no barco-hotel – 12 turistas e nove tripulantes. Seis corpos foram encontrados e 14 pessoas resgatadas com vida.

Geovanne Furtado Souza, que atua como médico em Rio Preto, é um dos sobreviventes do naufrágio  — Foto: Caio Tumeleiro/TV Morena
Geovanne Furtado Souza, que atua como médico em Rio Preto, é um dos sobreviventes do naufrágio — Foto: Caio Tumeleiro/TV Morena

Equipes da corporação e da Marinha continuam fazendo buscas na manhã deste sábado (16). Pelo menos 12 mergulhadores e especialistas foram enviados de Campo Grande para a região.

No momento do acidente, os ventos chegaram a 45 km/h. A embarcação foi surpreendida pelo vendaval e afundou em trecho do rio Paraguai, a cerca de 10 km de Corumbá.

A maioria dos passageiros é da cidade de Rio Verde (GO), incluindo os quatro parentes do médico que morreram.

Geovanne Furtado Souza é cirurgião e professor de medicina. Ele mora em Rio Preto, mas viajou para participar de uma pescaria com familiares no Mato Grosso do Sul.

A Sociedade de Medicina e Cirurgia de Rio Preto divulgou nota lamentando a morte dos parentes do urologista.

“A diretoria, médicos e familiares manifestam seu pesar ao Dr. Geovanne e familiares pelo falecimento de seu pai, Sr. Geraldo Alves de Souza, tio, Olímpio Alves de Souza, sobrinho, Thiago Souza Gomes, cunhado, Fernando Gomes de Oliveira, e amigo, Fernando Rodrigues Leão.”

Mais em G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *