Bolsonaro diz que Petrobras ‘é um problema’ e mente sobre popularidade

Bolsonaro no Centro de Conferências de Roma para a cúpula do G20 - Alan Santos/PR
G1 – ‘Petrobras é um problema’, diz Bolsonaro em conversa com presidente da Turquia. Presidente do Brasil, que está em Roma para o encontro dos líderes do G20, conversou durante alguns momentos com Recep Erdogan, da Turquia.

O presidente Jair Bolsonaro, que está em Roma neste sábado (30) para o encontro dos líderes do G20, o grupo das 20 maiores economias do mundo, afirmou, em conversa com o presidente Recep Erdogan, da Turquia, que a Petrobras “é um problema”.

Bolsonaro também reclamou da cobertura da imprensa e mentiu a respeito de seus índices de aprovação e da política para formação do seu ministério.

Foi uma conversa rápida, registrada pelo jornalista Jamil Chade, do portal UOL.

Na rodinha da conversa, Bolsonaro mentiu ao dizer que a economia do Brasil está voltando forte. Ele ignorou o crescimento da inflação e o alto índice de desemprego, além da alta do dólar e no preço da gasolina. E voltou a criticar a imprensa: “A mídia, como sempre, está no atacando, estamos resistindo bem”.

“Não é fácil ser chefe de estado em qualquer lugar do mundo”, completou o presidente do Brasil. Até a última atualização desta reportagem, a agenda de Bolsonaro não previa nenhum encontro oficial com outro líder presente na Itália.

Ao ser perguntando sobre as eleições, Bolsonaro afirmou que tem grande apoio popular, ao contrário do que dizem as pesquisas, que mostram altos índices de desaprovação ao governo.

“Tenho um apoio popular muito grande, temos uma boa equipe de ministros, não aceitei indicação de ninguém”, afirmou ele. Isso também não é verdade, pois houve acordos com os partidos do Centrão em muitos ministérios. Em julho deste ano, por exemplo, Bolsonaro nomeou o senador Ciro Nogueira (PP-PI), que é um integrante do Centrão, para a Casa Civil.

Na conversa com o líder turco, o presidente brasileiro ainda afirmou que prestigiou as Forças Armadas e que um terço dos ministros são militares.

Bolsonaro disse também que a Petrobras é um problema: “Petrobras é um problema. Mas estamos quebrando monopólios, com uma reação muito grande. Há pouco tempo era uma empresa de partido político. Mudamos isso”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *