Michelle Bolsonaro ganha 3ª medalha do marido em menos de seis meses

Primeira-dama Michelle e Jair Bolsonaro. Reprodução/Twitter
Revista Fórum – A condecoração, de origem militar, é dada a pessoas que, pelos “seus serviços ou méritos excepcionais, se tenham tornado merecedoras dessa distinção”.

Jair Bolsonaro (PL) parece ter uma fixação em distribuir medalhas, principalmente para aliados e familiares próximos. Nesta quarta-feira (8), Michelle Bolsonaro ganhou a terceira condecoração do marido em menos de seis meses: a medalha da Ordem de Rio Branco.

Além da primeira-dama, aliados políticos e ministros, como o da Saúde, Marcelo Queiroga, e o da Justiça, Anderson Torres, além do procurador-geral da República, Augusto Aras, também receberam a condecoração.

Naturalmente, a medalha tem origens militares e o objetivo é “galardoar as pessoas físicas, jurídicas, corporações militares ou instituições civis, nacionais ou estrangeiras que, pelos seus serviços ou méritos excepcionais, se tenham tornado merecedoras dessa distinção”.

O Conselho da Ordem de Rio Branco, do qual fazem parte o presidente da República, o ministro de Estado das Relações Exteriores, o ministro-chefe da Casa Civil, o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, entre outros, tem a obrigação de aprovar ou rejeitar as propostas que lhe forem encaminhadas.

Terceira medalha

Em julho, Michelle recebeu do presidente a Medalha do Mérito Oswaldo Cruz na categoria ouro. A condecoração é concedida a pessoas que ajudam a desenvolver ações em benefício da saúde dos brasileiros em todo o País. No caso da primeira-dama, foi uma homenagem por seu programa social, Pátria Voluntária.

Um mês antes, Michelle já havia recebido a homenagem no grau de Grande-Oficial, o mais baixo dos cinco graus da Ordem do Mérito da Defesa, em comemoração ao 22º aniversário de criação do Ministério da Defesa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *