Ação de Lula contra PowerPoint de Dallagnol deve ser analisada pelo STJ em fevereiro

Revista Fórum – O ex-procurador agiu com abuso de autoridade, imputando práticas de crimes com adjetivações, afirma a defesa de Lula.

Deve entrar na pauta do Superior Tribunal de Justiça (STJ) em fevereiro do 2022, a ação de indenização ajuizada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) contra o ex-procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol.

O ministro Luís Felipe Salomão, que é o relator de um recurso de Lula, deve colocar na pauta a ação em que o ex-presidente alega dano moral por causa da famosa entrevista coletiva do PowerPoint, em 2016.

Lula entrou na Justiça contra o então procurador há cinco anos.

Sob pretexto de informar a denúncia, Dallagnol agiu com abuso de autoridade, imputando práticas de crimes com adjetivações, afirma a defesa de Lula.

Burro’

Dallagnol usou as redes sociais nesta semana para, novamente, fazer ataques a Lula. O ex-procurador tentou resgatar acusações contra o ex-presidente que já foram rejeitadas pela Justiça.

Dallagnol disse que Lula e o ex-governador Geraldo Alckmin (ex-PSDB) fazem parte de “turma que era contra a Lava Jato e defendia a impunidade alegando ‘defender direitos’, mas agora promove a pré-candidatura eleitoral dos mesmos políticos e partidos contra quem há fortes provas de corrupção”.

“Não custa lembrar: Lula foi condenado por corrupção e lavagem em 3 instâncias: JF, TRF, STJ. A condenação foi anulada pelo STF, mas ele não foi absolvido. Alckmin foi acusado por corrupção, caixa dois e lavagem envolvendo mais de R$ 11 milhões pagos pela Odebrecht”, completou.

O jurista Lenio Streck, então, respondeu a Deltan Dallagnol com uma aula de Direito. “Burro. Dá zero pra ele. Bem se vê que chumbou em processo penal. STJ não é instância. Só existem duas. Por isso teve que ingressar no MPF via ação judicial. E deu nisso. Aliás, por que pediu demissão? Lava jato = Juiz e proc suspeitos e incompententes. Vai estudar”, tuitou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.