Flávio Dino e Felipe Camarão voltam a dar aulas na Ufma

Por Raimundo Borges

O Imparcial – O ex-governador Flávio Dino Castro e Costa (PSB), 54, reassumiu nesta segunda-feira, 11, a sua cadeira de professor de Direito Constitucional da Universidade Federal do Maranhão, da qual está afastado desde 2014, quando foi eleito no primeiro mandato de governador pelo PCdoB. Dino graduou-se pela UFMA em 1991, tendo passado, durante sua trajetória como aluno, participando intensamente do movimento estudantil. Depois de formado em direito, também prestou assessoramento a sindicatos de trabalhadores.

Ele se tornou mestre em Direito Constitucional e professor desde 1994. Como juiz federal, foi presidente da Associação Juízes Federais, primeiro secretário-geral do Conselho Nacional de Justiça, (gestão de Gilmar Mendes). Em 2006, abandonou a toga de magistrado para concorrer a uma cadeira de deputado federal. No mandato, aprovou a emenda parlamentar que garante aos professores um terço da carga horária para atividades extras, incluindo os aposentados. Na universidade, a sua última disciplina lecionada foi Direito Ambiental.

Em setembro do ano passado, ao inaugurar uma praça na cidade de São Raimundo das Mangabeiras, sul do Maranhão, Dino lembrou que tão logo saísse do governo, voltaria a ser professor de Direito Constitucional da Universidade Federal do Maranhão.“Em abril serei obrigado pela lei a voltar de onde vim, da sala de aula da UFMA. Voltarei a ser professor dos meus alunos de Direito Constitucional”, declarou.

Dino e Felipe Camarão

Como deputado federal, Flávio Dino foi um dos principais colaboradores da UFMA, tendo destinado recursos de emendas parlamentares para a construção da Concha Acústica, a quadra poliesportiva, a Pista de Atletismo da Cidade Universitária e obras do Campus de Grajaú. “Agradeço muito à Universidade Federal do Maranhão pela minha formação acadêmica”, antecipou em 2021.

Nesta segunda-feira, Flávio Dino volta a UFMA e o seu ex-secretário de Educação Felipe Camarão reassumiu a função de Procurador Federal na Advocacia Geral da União (AGU). Dois personagens da política maranhense em 2022 e nos últimos anos. Dino será candidato a senador na eleição de outubro e Camarão, que também é professor da Ufma, será candidato a vice-governador, indicado pelo PT, na chapa do atual governador Carlos Brandão, que vai lutar pela reeleição.

De acordo com a plataforma do SIGAA da UFMA, Flávio Dino vai ministrar aulas às segundas-feiras de 9h10 as 12h30 de Prática Jurídica Simulada II – Direito do Trabalho e Penal e nas quintas-feiras de 7h30 as 10h de Prática Jurídica Simulada III – Direitos Humanos.

Já Felipe Camarão retoma a carreira de Procurador Federal na AGU e também vai seguir atuando como professor na UFMA. Ele leciona duas disciplinas – Direito Processual Penal II e Responsabilidade Civil no turno noturno as quintas-feiras e sextas-feiras e nos sábados pela manhã.

Os dois amigos de movimento estudantil e de governo no Maranhão estão retornando à sala de aula no período de 11 de abril a 30 de julho, às vésperas do inicio das convenções partidárias. Em razão da pandemia do coronavírus, a Ufma ainda está adotando o sistema hibrido de aulas presenciais e remotas. No entanto, pela desincompatibilização de Dino e Camarão, no dia 2 de julho, eles terão que deixar as respectivas funções. Portanto, no período de quatro meses, Flávio Dino teve que se desincompatibilizar duas vezes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *