Requião responde Mourão: “Pode usar Viagra, não pode entregar o petróleo”

DCM – O pré-candidato ao governo do Paraná, Roberto Requião (PT), usou as redes sociais para responder a frase do vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (Republicanos). Nesta semana, o bolsonarista ironizou a compra de 35 mil comprimidos de Viagra pelas Forças Armadas.

Mourão demonstrou indignação com a cobertura feita pela imprensa sobre o caso. Ele então declarou: “Eu não posso usar o meu Viagra, pô? A posição do vice-presidente foi muito criticada.

Requião aproveitou a oportunidade para responder o bolsonarista. “General Mourão, o senhor pode usar Viagra, prótese peniana e KY. O que o senhor não pode é concordar em entregar o petróleo, a dignidade do povo e o nosso país”, escreveu.

Posição de Requião aconteceu após entrevista de Mourão

Na sexta (15), Mourão falou com o Valor Econômico e criticou a cobertura da imprensa. “Lógico que está havendo exagero. Mesmo que seja para o cara usar [para disfunção erétil]. Vamos colocar como funciona o sistema de saúde do Exército: um terço é recurso da União, que é o chamado fator de custo, é a contrapartida da União para os militares. E dois terços é o fundo de saúde que é bancado pela gente. Então, eu desconto 3% do meu salário para o fundo de saúde”, afirmou.

“E todos os procedimentos que eu faço a gente paga 20%, além dos 3% que ele desconta. Nós temos farmácias. A farmácia vende medicamentos. E o medicamento é comprado com recursos do fundo. Então, tem o velhinho aqui [aponta para si próprio]. Eu não posso usar o meu Viagra, pô? O que são 35 mil comprimidos de Viagra para 110 mil velhinhos que tem? Não é nada”, completou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *