“Não é fácil ser filha de um assassino”, desabafa herdeira de Paulo Cupertino

Rafael Miguel foi morto aos 22 anos

Terra – Empresário acusado de matar o ator Rafael Miguel e os pais dele em 2019 ficou foragido por quase três anos.

Paulo Cupertino foi preso na última semana após ficar quase três anos foragido. O empresário é acusado de matar o ator Rafael Miguel e os pais dele em 2019, em São Paulo. Ele já ocupou o posto de criminoso mais procurado pela polícia paulista.

A motivação do crime seria o fato de Cupertino não aceitar o namoro da filha com Rafael. Apesar do empresário dizer que é inocente, Isabela Tibcherani diz que viu o pai cometer o crime e é a principal testemunha do caso.

Em entrevista ao ‘Fantástico’, ela revelou que fala que não tem pai quando questionada sobre paternidade. “Sei lá, para mim seria bom que ele nem existisse. Meu maior objetivo desde então era me reerguer, conseguir trabalhar, tocar minha vida tranquilamente. Mas essa exposição toda me prejudicou bastante. Independente de eu ser inocente nessa situação, as empresas, acredito que não querem esse tipo de associação. Então acabam dispensando. Ainda existe um peso, né, que as pessoas colocam pelo fato de eu ser filha dele. Não é fácil ser filha de um assassino. Não é fácil carregar o peso de ter o nome de uma pessoa que cometeu um dos maiores crimes nacionais”.

Segundo Isabella, o pai nunca chegou a procurar durante os quase três anos que ficou foragido. Ela garante que vai testemunhar contra Cupertino. “Não [estou pronta]. Mas eu estou disponível, estou disposta, e eu vou estar preparada quando precisar estar”, afirmou.

Em audiência após ser preso, o empresário alegou ser inocente: “Eu não sou bandido, eu não sou assaltante de banco. Eu não sou nada disso”.

Apesar disso, a delegada Ivalda Aleixo, da Divisão de Capturas, não tem dúvidas da culpa do empresário. “Não tem probabilidade de ter sido outra pessoa. Não (tem dúvida), porque a filha dele é a testemunha principal”, explicou.

Relembre o caso

O ator Rafael Miguel, de 22 anos, ficou conhecido por seu papel em Chiquititas (2013) e em comerciais como ator mirim. Ele e seus pais, João Alcisio Miguel, de 52, e Miriam Selma Miguel, de 50, foram mortos a tiros em 9 de junho de 2019, na frente da casa da namorada de Rafael, Isabela Tibcherani, pelo pai dela.

Conforme a denúncia do Ministério Público à Justiça, o empresário matou a família por não aceitar o namoro entre os dois jovens. Logo após o crime, Cupertino fugiu e não foi encontrado pela polícia. Ele, que atualmente tem 50 anos, também nunca constituiu um advogado para defendê-lo no processo penal. 

Ele se tornou réu por triplo homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e com recurso que impossibilitou a defesa das vítimas. Outros dois amigos, que ajudaram a escondê-lo ao longo destes anos, também foram denunciados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.