Um juiz que governa

Por Raimundo Borges 

O Imparcial – O que seria apenas uns cinco dias, já se foram 21 e não tem prazo para o governador em exercício, Desembargador Paulo Velten deixar de despachar no Palácio dos Leões. Desde o dia 1º ele substitui o governador Carlos Brandão, que se submeteu a uma cirurgia no aparelho renal e permanece a espera de recuperação plena em são Paulo para reassumir.

Para Brandão é uma perda de tempo que atrapalha qualquer pré-candidato a governador, com por mais de 100 dias para as eleições. Já Paulo Velten vive uma incrível experiência que nunca imaginou colocar em seu currículo, no como do governo do Maranhão.

Enquanto a toga de presidente do Tribunal de Justiça permanecer pendurada no Palácio Clóvis
Bevilacqua, Paulo Velten se desdobra como pode para manter a agenda política, a mesma que seria do pré-candidato Carlos Brandão.

Com o expediente sem hora para começar e para terminar, o desembargador-governador já percorreu boa parte dos municípios, manteve inúmeras reuniões com secretários, ordenou ações, cobrou providências e mantém uma ou mais conversação diária com Carlos Brandão, no modo remoto. Assim, o substituto vai tocando o governo, no ritmo de pré-campanha e prestando conta ao amigo internado.

Ao renunciar o governo em 31 de março para concorrer ao Senado, Flávio Dino deixou um conjunto de realizações para ser entregues e tantas outras planejadas de curto prazo para conclusão ainda em 2022.

Com a necessidade de fazer a cirurgia para a retirada de um nódulo do rim, Brandão preferiu se livrar logo do problema, antes de a campanha eleitoral começar, a partir de 5 de agosto, quando encerra-se o prazo das convenções partidárias. Pode até demorar acima do tempo previsto, mas ele disse que vai sair de lá curado.

Para um desembargador, a intensidade da política no Poder Executivo não é nada comparável às
sessões esquematizadas do Tribunal de Justiça, em cargo de presidente, onde ele estava apenas há um mês. Ele é um advogado que chegou ao Judiciário pelo quinto constitucional, mas tem o traquejo para o exercício da política, embora temporariamente.

Velten é um estudioso do direito, com doutorado na ficha e um articulador nato, com enorme respaldo no Poder que preside. Como governador está acumulando uma base de conhecimento da realidade maranhense, que jamais a teria apenas como magistrado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.