20 de julho de 2024
DestaquesGeralPolítica

Marielle: Anielle desabafa após prisão de supostos mandantes do crime

Último Segundo – Anielle Franco é atual ministra da Igualdade Racial e irmã da vereadora executada em 2018.

Na manhã deste domingo (24), Anielle Franco utilizou as redes sociais para desabafar e comemorar a  prisão de três supostos mandantes da morte da sua irmã, a vereadora Marielle Franco, que aconteceu em março de 2018.

“Só Deus sabe o quanto sonhamos com esse dia! Hoje é mais um grande passo para conseguirmos as respostas que tanto nos perguntamos nos últimos anos: quem mandou matar a Mari e por quê? Agradeço o empenho da PF, do gov federal, do MP federal e estadual e do ministro Alexandre de Moraes. Estamos mais perto da Justiça! Grande dia!”, escreveu.

A operação conjunta da Procuradoria Geral da República, do Ministério Público do Rio de Janeiro e da Polícia Federal serviu para deter Domingos Brazão, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Chiquinho Brazão, deputado federal do Rio de Janeiro, e Rivaldo Barbosa, ex-chefe de Polícia Civil do Rio.

As autoridades ainda investigam a motivação do crime, mas, a suspeita é que esteja relacionada à expansão territorial de milícia no Rio de Janeiro.

Relembre o crime

Na noite de 14 de março de 2018,  Marielle e seu motorista foram vítimas de homicídio quando o veículo em que estavam foi alvo de tiros no bairro do Estácio, localizado na região central da cidade. Os ex-policiais Ronnie Lessa e Élcio Queiroz foram detidos em março de 2019, um ano após os assassinatos, e são acusados pelos crimes.

One thought on “Marielle: Anielle desabafa após prisão de supostos mandantes do crime

  • Tatiane silva de Medeiros

    Que tem envolvimento da milicia é certo, agora precisamos provar o mandante principal, q acredito estar associado aos político do Rio, e desconfio até políticos a nível federal!!

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *