18 de julho de 2024
Geral

Palestino mata cavalos para alimentar família em Gaza

DCM – Um palestino precisou sacrificar seus dois cavalos para não morrer de fome. O agricultor Abu Gibril, de 60 anos, disse à AFP que teve que tomar essa decisão “para alimentar as crianças”.

Antes da guerra, Gibril e a família moravam em Beit Hanun, no extremo norte da Faixa de Gaza, mas foram obrigados a se refugiar em Jabaliya.

Agora, eles vivem em uma tenda ao lado de uma escola que, anteriormente, era administrada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e abriga milhares de refugiados. Sobreviveram aos bombardeios israelenses, mas “agora é a fome que está destruindo vidas”.

Segundo a ONU, 2,2 milhões de pessoas em Gaza, que tinha uma população de 2,4 milhões antes do conflito, estão ameaçadas pela fome devido ao cerco imposto por Israel.

Para alimentar sua família e alguns vizinhos, Gibril cozinhou a carne dos cavalos com arroz, já que não havia vegetais disponíveis.

O palestino destacou que muitas pessoas conseguiram se alimentar, mas “ninguém sabe que na realidade comeram cavalo”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *