19 de julho de 2024
DestaquesEconomiaGeral

Com dívida de R$ 482,7 milhões, Subway pede recuperação judicial

Último Segundo – No Brasil, a marca está sob comando da franqueadora SouthRock, que, em outubro, fez o mesmo pedido para a operação do Starbucks no país.

A SothRock, que opera a marca Subway no Brasil,  pediu recuperação judicial para a operação da lanchonete no Brasil. A franqueadora apresentou o pedido à Justiça de São Paulo na segunda-feira (11) e a dívida da operação é de R$ 482,7 milhões. 

A empresa também é  responsável por administrar a marca Starbucks no país e, desde que pediu proteção contra credores, em outubro, a franqueadora não havia incluído o fast food de sanduíches no regime porque buscava uma solução própria para a operação.

Porém, as coisas mudaram e a SouthRock alega ter sido forçada a buscar a RJ para a rede porque teve seu contrato para explorar a marca no país rescindindo pela matriz americana.

No pedido, a empresa conta que “um pequeno grupo de credores (…) entendeu por bem interromper as produtivas e amigáveis negociações e conversas que até então vinham sendo mantidas e, inesperadamente, passou a perseguir, de maneira forçada e unilateral, a imediata satisfação de seus créditos.”

Esse teria sido o estopim para o grupo americano romper o chamado “forbearance agreement”, que permitia à SouthRock continuar sendo master franqueadora do Subway no Brasil por determinado período de transição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *