18 de julho de 2024
DestaquesGeral

Presidiário que fez sexo com carcereira foi preso por roubar R$ 460 mil e tem esposa grávida de 7 meses

O presidiário Linton Weirich, filmado mantendo relações sexuais com a carcereira brasileira Linda de Sousa Abreu em uma penitenciária britânica, foi preso em abril por roubar bens no valor de 65 mil libras (cerca de R$ 460 mil) de um apartamento de luxo em Kensington, no Reino Unido. Segundo o portal MailOnline, Weirich roubou joias, cintos, bolsas, um laptop e uma mala em março de 2022. Fotos nas redes sociais confirmam que Weirich, de 36 anos, possui a mesma tatuagem no braço que o homem flagrado no vídeo.

Após o caso, Linda, 31, se apresentou para uma audiência no Tribunal de magistrados de Uxbridge, no Reino Unido. Funcionária da penitenciária HMP Wandsworth, ela está sendo investigada após a divulgação do vídeo íntimo. A advogada da suspeita, Gayathri Yogarajah, afirmou que a cliente é uma “jovem mãe” e “uma pessoa de bom caráter”.

Também foi revelado que Linton Weirich tem uma companheira grávida de sete meses, que ficou “extremamente chateada” com a traição. Segundo uma fonte próxima, o estresse causado pelo vídeo afetou a saúde da mulher, levando-a a ser hospitalizada por risco de parto prematuro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *