27 de maio de 2024
DestaquesGeralPolítica

Elon Musk fala em live com Nikolas Ferreira e Allan dos Santos e volta a ameaçar o STF

Revista Fórum – Bilionário se queixou de multa contra o X (antigo Twitter) e disse que “existe (no Brasil) um abuso do Judiciário em um grau extremo que não vimos em nenhum país da Terra”.

O bilionário Elon Musk voltou a se intrometer em questões internas do Brasil e a fazer sérias acusações contra o Supremo Tribunal Federal (STF). Desta vez, o bilionário falou em uma live com blogueiros e políticos de extrema direita, entre eles o deputado federal Nikolas Ferreira e Allan dos Santos.

Musk acusou o Poder Judiciário brasileiro de abuso em um ‘grau extremo’. “Nunca vi nada dessa magnitude”, afirmou. Além disso, ele ainda repetiu que funcionários do X sofreram ameaças de prisão.

“O povo do Brasil deve saber que existe um abuso do Poder Judiciário em um grau extremo que não vimos em nenhum país da Terra. Nunca vi nada dessa magnitude. Então é uma loucura. E os representantes eleitos do povo do Brasil é que deveriam estar no comando”, disse. Segundo o empresário, “o Judiciário está lá para, sabe, executar a lei, mas não para fazer a lei. E eles estão fazendo a lei. E eu acho que é um ultraje”.

Multa

“As pessoas deveriam estar extremamente preocupadas”, prosseguiu. “Então, isso tem que parar. Eles ameaçaram cortar o X (antigo Twitter) inteiramente do Brasil. Eles também ameaçaram prender nossos funcionários e determinaram uma multa de US$ 20 mil por dia. Essas são exatamente as ameaças que foram feitas. Não sei se essas ameaças vão se concretizar ou não. Mas, a julgar pelo que aconteceu com outros, eu acho que essas ameaças são reais. Eu acho que isso é realmente a autoridade judicial indo muito além da autoridade judicial, se transformando em autoridade executiva. Então, isso é, eu só acho que é totalmente impróprio. Quero dizer, a lei está violando a lei. É uma loucura”, encerrou.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *