17 de julho de 2024
DestaquesGeral

Porto Alegre entra em alerta de ‘inundação severa’ e mortes chegam a 78 no RS

DCM – Porto Alegre está em estado de alerta devido à iminência de “inundação severa”, conforme comunicado da Defesa Civil do Rio Grande do Sul emitido no último sábado (4). A elevação do nível do rio Guaíba, resultado das intensas chuvas recentes, motivou tal aviso.Porto Alegre está em estado de alerta devido à iminência de “inundação severa”, conforme comunicado da Defesa Civil do Rio Grande do Sul emitido no último sábado (4). A elevação do nível do rio Guaíba, resultado das intensas chuvas recentes, motivou tal aviso.

Às 7h deste domingo, o nível do Guaíba alcançou 5,30 metros de altura, conforme a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura (SEMA) em colaboração com o Serviço Geológico do Brasil (SGB).

As precipitações persistentes no estado gaúcho provocaram consequências graves, com o número de óbitos relacionados aos temporais atingindo 78, segundo balanço da Defesa Civil divulgado neste domingo (5).

Além das fatalidades, o estado registra 175 indivíduos feridos, com outras quatro mortes em fase de investigação. No total, 844.673 cidadãos foram impactados pelos temporais no território gaúcho, com 115.844 desalojados e 18.487 abrigados. Essa cifra já ultrapassa a última catástrofe ambiental ocorrida no RS, em setembro de 2023, que resultou na morte de 54 pessoas.

Segundo informações das empresas distribuidoras de energia, CEEE Equatorial e RGE Sul, 424 mil domicílios estão privados de eletricidade. Ademais, 854.486 indivíduos estão ainda sem acesso ao fornecimento de água.

Lula e Janja estiveram no RS. Foto: Reprodução

As precipitações que assolam o estado também resultam em prejuízos e mudanças no fluxo de tráfego nas estradas, com 110 pontos de bloqueio, tanto totais quanto parciais, distribuídos em 61 trechos rodoviários.

Na manhã deste domingo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou no Rio Grande do Sul para monitorar as ações contra as chuvas no estado, acompanhado pelos presidentes da Câmara, Arthur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco, além do vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin. A comitiva foi recebida pelo governador gaúcho, Eduardo Leite.

O Guaíba já ultrapassou o recorde de maior nível no sábado, atingindo 5,24 metros, superando a marca anterior de 4,76 metros registrada há 83 anos, em 1941.

A Defesa Civil alertou para o risco de “inundação severa” nas próximas 24 horas nas áreas mais baixas da Região Metropolitana, com orientação para evacuação imediata de moradores em áreas de risco em vários municípios, incluindo Porto Alegre.

Junto ao alerta, foi divulgado um mapa identificando as áreas de risco. O órgão esclareceu que a mancha vermelha no mapa indica as áreas prováveis de risco sob a influência da atual elevação do Guaíba, ressaltando que nem todas as áreas abrangidas pela mancha serão igualmente afetadas, devido à variação na altitude do terreno.

Confira o alerta:

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *