20 de maio de 2024
DestaquesEconomiaGeralPolítica

Cheiro de golpe? Bolsonaro imita Michelle e vai lançar linha de perfume

DCM  Sentindo o cheiro da prisão enquanto é investigado por planejar golpe de Estado, o ex-presidente Jair Bolsonaro vai lançar uma linha de perfume, seguindo sua esposa, Michelle Bolsonaro. O maquiador e amigo da ex-primeira-dama Agustin Fernandez será o responsável pela venda do produto em sua empresa de cosméticos.

Ele mostrou nas redes sociais a embalagem do perfume, que terá as cores verde e amarelo, mas não revelou os detalhes da fragrância. “Hoje começa uma nova era, com a honra e o privilégio de termos assinado na nossa marca um perfume pelo homem que mais admiramos: Jair Bolsonaro”, afirmou Agustin.

O produto deve ser lançado no dia 21 de março, data do aniversário do ex-presidente. O perfume da ex-primeira-dama, chamado “Lady M”, também é vendido pelo maquiador, que também comercializa em sua empresa produtos de skin care assinados pela presidente do PL Mulher.

Ex-presidente Jair Bolsonaro vai assinar linha de perfume vendido por Agustin Fernandez. Foto: Reprodução

Os produtos de Michelle são promovidos em diversos posts dela nas redes sociais. Em algumas publicações, o próprio ex-presidente é usado como modelo para divulgar os perfumes da esposa.

Com o lançamento de sua própria linha de perfume, é esperado que o ex-presidente use suas redes sociais para divulgar os produtos. Ele também é garoto-propaganda de uma marca de calçados, a “Botinas Bolsonaro”, que vende itens como tênis, botas, chinelos e até meias.

No caso da empresa de calçados, o nome de Bolsonaro é apenas usado como uma “homenagem”, segundo os donos, que dizem que os produtos fazem parte de uma parceria e que o ex-presidente permitiu o uso de seu nome sem receber royalties.

A família também é dona da “Bolsonaro Store”, loja virtual que vende calendários de mesa e parede, cadernos, xícaras e outros itens com imagens do ex-presidente ou slogans usados por ele, como “Deus, pátria, família e liberdade”. O site é do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *