20 de maio de 2024
DestaquesGeralPolítica

Maranhão teve queda de 61% de assaltos a bancos e de 77% de roubo de cargas em 2023, aponta o Mapa da Segurança Pública

– Mapa da Segurana Pública traz números que demonstram o acerto da política de segurança pública do Governo do Maranhão (Foto: Divulgação)

Governo do MA – Em 2023, o Maranhão reduziu em 61,11% o total de assaltos a bancos e de 77,93% de roubo de cargas. É o que atesta o Mapa da Segurança Pública, publicado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) na última sexta-feira (15).

Os dados são reflexo dos constantes investimentos que o Governo do Estado tem feito no Sistema de Segurança Pública para combater a criminalidade e, consequentemente reduzir a violência. O relatório mostra ainda a diminuição de crimes como latrocínio, tráfico de drogas e feminicídio.

O Mapa traça um panorama nacional da segurança pública com base nos dados coletados junto aos 26 estados e Distrito Federal, por meio Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp).

Nas redes sociais, o governador Carlos Brandão destacou os resultados apresentados pelo Maranhão no Mapa da Segurança Pública. “Nosso estado é destaque na redução de diversos crimes, como tráfico de drogas, feminicídios, latrocínios, roubo de carga e a instituições financeiras, e tentativa de homicídio. Isso é resultado do trabalho incansável do nosso sistema de segurança e do compromisso do nosso governo. Juntos, estamos construindo um Maranhão mais seguro e tranquilo para todos”, ressaltou.

Investimentos do Governo do Maranhão

O secretário de Estado de Segurança Pública, Maurício Martins, afirma que o Mapa da Segurança Pública traz números que demonstram o acerto da política de segurança pública do Governo do Maranhão e ressalta os constantes investimentos feitos na área.

“O Governo do Maranhão tem priorizado a segurança pública, realizando investimentos nas policias Civil e Militar, Perícia, Inteligências, entre outros, dando as condições necessárias para os nossos agentes realizarem o trabalho de prevenção e combate ao crime”, disse.

Entre estes investimentos, Maurício Martins destaca o maior programa de reforma de delegacias do Maranhão em curso, com 77 unidades contempladas; a entrega de mais de 350 viaturas; a promoção de policiais militares, a entrega de equipamentos, armas e munições; investimentos em qualificação dos agentes das forças policiais.

“São investimentos que valorizam e incentivam os policiais a trabalharem mais, seja fazendo o trabalho investigativo ou ostensivo, garantindo proteção ao cidadão”, destacou Maurício Martins.

Roubo a bancos e de cargas

Segundo os dados divulgados pelo MJSP, em 2023, o Maranhão teve 7 ocorrências de assaltos a bancos, enquanto em 2022 esse número foi de 18 casos, redução de 61,11%. E a segurança nas estradas maranhenses também aumentou, já que a redução do roubo de cargas foi de 77,93%. No ano passado foram 32 registros, contra 145 em 2022.

O combate ao tráfico de drogas também apresentou resultados positivos, de acordo com o Mapa da Segurança Pública. Em 2023, o Maranhão foi o estado do Nordeste que mais reduziu o tráfico de entorpecentes. No ano passado, foram 1.216 ocorrências, e 1.627 em 2022, uma redução de 25,26%.

Houve aumento de 37,18% na apreensão de maconha. Em 2023, foram 1.916kg apreendidos e 1.397kg em 2022. Já a cocaína teve aumento de 87,81% na apreensão, sendo 443kg no ano passado contra 236kg em 2022. Com isso, o Maranhão aparece como o 2º estado do Brasil (atrás apenas do Amapá) que mais reduziu o tráfico em seu território. 

Redução do latrocínio

O latrocínio (roubo que resulta em morte) teve redução de 40% ocorrências em 2023, quando foram registradas 57 vítimas. Em 2022, foram 95 vítimas. 

A redução de 38 mortes coloca o Maranhão como o 3º estado do Nordeste no ranking dos que mais reduziram, ficando atrás do Sergipe e Ceará, respectivamente, e entre os 10 estados do Brasil com menor índice desse tipo de crime. 

O Maranhão também foi o estado do Nordeste que mais reduziu o número de mortes por intervenção policial. Foram 39 óbitos a menos, uma redução de 39,13%, sendo 56 vítimas em 2023 e 92 no ano de 2022. 

Assim, o estado ficou em terceiro no ranking nacional, atrás apenas de Rondônia e Amazonas, o que mostra o preparo cada vez maior das forças de segurança maranhenses.

O número de furtos de veículos também teve redução. Em 2023, foram furtados 2.592 veículos e em 2022 foram 2.794, uma redução de 202 ocorrências. 

Outro dado que se destaca é a redução de roubos de veículos, 177 a menos, sendo 3.822 veículos roubados em 2023 e 3.999 em 2022.

Os dois crimes se diferem pela forma como ocorrem. No caso do furto, há a subtração do veículo quando este não está sob a guarda do condutor. Já no caso do roubo, ocorre o uso de violência e ameaça, geralmente à mão armada, contra os ocupantes do veículo.

Feminicídio

Um crime que o Governo do Maranhão tem conseguido combater cada vez mais é o feminicídio, conforme mostram os diversos levantamentos de órgãos nacionais. Com 22 casos a menos, o estado reduziu em 31,88% o número de mortes de mulheres por violência doméstica e de gênero em 2023, quando foram registradas 47 vítimas. Em 2022, foram 69 mulheres vítimas desse crime.

Os dados colocam o Maranhão como o segundo no ranking do Nordeste, atrás de Alagoas, e o 4º do país com maior redução deste tipo de crime no Mapa da Segurança Pública.

Como parte das políticas para combater o feminicídio no estado, o Maranhão sedia, até o dia 30 deste mês, a VII Semana de Combate ao Feminicídio. O evento, considerado de grande relevância no calendário estadual, é idealizado pela Polícia Civil do Maranhão, Casa da Mulher Brasileira, Somos Todos Mariana e Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ/MA), em colaboração com diversos órgãos da Rede de Proteção à Mulher.

A abertura acontece neste domingo (17), às 9h, na Feirinha São Luís, no Centro Histórico da capital maranhense.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *