20 de maio de 2024
DestaquesGeral

Senadora vai processar Ciro Gomes após ser chamada de “assessora para assuntos da cama”

Revista Fórum – Declaração machista do político pedestista a Janaína Farias também gerou reação da bancada feminina no Senado.

A senadora Janaína Farias (PT) anunciou que pretende processar o ex-governador do Ceará,Ciro Gomes (PDT), em resposta a um comentário machista que ele fez a ela na última semana, durante uma entrevista à emissora “A Notícia do Ceará”. Ciro a chamou de “assessora de assuntos da cama de Camilo Santana”. A fala gerou repercussão no meio político e nas redes sociais. 

Em uma entrevista ao jornal O Globo, a senadora expressou sua revolta com as palavras de Ciro e salientou que ele possui um passado marcado por atitudes violentas contra mulheres. “Fiquei extremamente indignada. Apesar de conhecer o histórico deste senhor, não acreditava que pudesse chegar tão baixo. Acredito que as mágoas e derrotas que ele acumula terminaram por ser liberadas de forma violenta em um alvo que ele acreditava ser mais frágil: uma mulher”, afirma.

Janaína, que é a segunda suplente do ministro da Educação atual, Camilo Santana, tomou posse no Senado no começo de abril. Isso ocorreu após Augusta Brito se afastar por 121 dias para assumir a Secretaria de Articulação Política do Ceará, que está sob a liderança de Elmano de Freitas. A senadora prometeru acionar as autoridades. “Ele irá responder por mais esse absurdo na Justiça”, disse.

Ela ainda destaca que episódios de misoginiana política infelizmente são comuns. “O mundo da política não é diferente do restante. A misoginia está presente nele como está no mundo todo. Ao longo dos anos, aprendi que é preciso se fazer valer como profissional em qualquer área. Nós, mulheres, precisamos de muito mais esforço do que os homens para alcançarmos nossas metas”.

Além do processo legal, Ciro Gomes pode em breve enfrentar uma reação política: a bancada feminina do Senado está propondo um voto de repúdio ao ex-governador, que é apoiada por senadoras de diferentes espectros políticos, como Teresa Leitão (PT) e Eliziane Gama (PSD).

Relembre o caso

Logo após Janaína assumir a vaga de Santana no Senado, Ciro declarou: “Quem está assumindo o Senado Federal hoje? Sabe qual é o serviço prestado para ir ao lugar de Virgílio Távora, de Tasso Jereissati, de Mauro Benevides, de Patrícia Saboya? Aí vai agora a assessora para assuntos de cama do Camilo Santana.

O político não parou por aí e ainda comparou Santana ao imperador romano Calígula, que teria empossado um cavalo como senador em Roma: “Esse cara [Calígula] estava tão poderoso que para humilhar o Senado nomeou o próprio cavalo. Mal comparando […] eu pergunto, com todo respeito: qual é a obra, a realização, o preparo, que Janaína tem para ser senadora da República?” E prosseguiu: “Ela só fez serviço particular do Camilo, e serviço particular, assim, é o harém, são os eunucos, são as meninas do entorno. Ela sempre foi encarregada desse serviço”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *