17 de julho de 2024
DestaquesGeral

Enchentes destruíram mais de 200 mil carros no RS e deixaram prejuízo de R$ 8 bilhões

DCM – As fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul neste mês resultaram na destruição de aproximadamente 200 mil veículos, resultando em um prejuízo estimado em R$ 8 bilhões. A estimativa foi feita pela Bright Consulting, empresa especializada em consultoria automobilística, considerando a frota total de 2,8 milhões de veículos no estado.

Segundo a Bright Consulting, a semana passada registrou um desempenho negativo nas vendas de automóveis no Brasil devido à ausência de compradores gaúchos, resultando em uma queda de 5,4% no mercado nacional.Além dos veículos abandonados nas ruas, as concessionárias também sofreram grandes perdas.

O presidente do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Rio Grande do Sul (Sincodiv-Fenabrave RS), Jefferson Fürstenau, estima a perda de mil veículos 0 km, resultando em um prejuízo estimado entre R$ 200 milhões e R$ 250 milhões. Esse valor inclui os custos dos carros seminovos destruídos, danos aos prédios, mobiliário e sistemas elétricos.

A entidade também informou que 300 das 720 concessionárias do estado foram afetadas pelas inundações e estão temporariamente fora de operação, conforme informações do Globo.

Carros destruídos em pátio de veículos de uma locadora próximo a posto PRF no Aeroporto Salgado Filho
Carros destruídos em pátio de veículos de uma locadora próximo a posto PRF no Aeroporto Salgado Filho, no RS — Foto: Rafa Neddermeyer/Agência Brasil

A Confederação Nacional das Seguradoras (CNSeg) iniciou o levantamento das perdas, revelando que, até a última quinta-feira, mais de 8,2 mil automóveis tiveram suas indenizações comunicadas às seguradoras, totalizando mais de R$ 557 milhões.

Vale destacar ainda que os danos causados ​​pelas enxurradas nos veículos variam conforme a quantidade de água que entrou nos carros e o tempo de submersão.

Veículos menos tecnológicos podem ser recuperados com mais facilidade. A perda parcial ou total será determinada pelas seguradoras ou pelo Sincodiv-Fenabrave RS. No entanto, nem todas as apólices de seguro oferecem cobertura contra inundações e alagamentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *