17 de julho de 2024
DestaquesGeralPolítica

No G7, Papa Francisco discursa sobre o risco de ser humano se tornar algoritmo com IA

Revista Fórum – Pela primeira vez desde sua criação em 1975, o G7 terá a presença de um Papa em sua cúpula anual, que este ano acontecerá na região de Apúlia, no sul da Itália. O discurso do pontífice é aguardado com grande expectativa e abordará um dos temas principais da cúpula: os desafios apresentados pela Inteligência Artificial.

O Papa Francisco foi convidado pela primeira-ministra italiana, Giorgia Meloni, uma das principais lideranças da extrema direita europeia, com quem mantém, segundo jornalistas que cobrem o Vaticano, uma relação cordial e de simpatia mútua.

Francisco fará uma rápida visita à Apúlia nesta sexta-feira, onde terá encontros bilaterais e discursará para grandes líderes globais, incluindo o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o presidente francês, Emmanuel Macron.

Um dos encontros já confirmados será com o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, sobre quem o embaixador brasileiro na Santa Sé, Everton Vieira Vargas, afirmou que “existe uma enorme convergência de visões”.

O jornalista Iacopo Scaramuzzi, que cobre o Vaticano para o jornal La Repubblica, diz que Francisco fará um alerta sobre o risco de o ser humano se tornar um algoritmo com a inteligência artificial, conforme informações do Globo.

“O Papa vem falando sobre essa preocupação de que o homem não se torne um algoritmo, essa é a questão principal. É uma grande revolução tecnológica e comportamental, e o Papa quer mais uma vez colocar o homem no centro dessa revolução. Que o homem seja sujeito e não objeto dessa revolução”, afirmou.

Papa participará dos debates do G7 sobre Inteligência Artificial; entenda | CNN Brasil
Papa Francisco. Foto: reprodução

Segundo Protz, o Pontífice “fala em regulamentação não para proibir, mas para que as novas tecnologias sejam bem utilizadas”.

Além de abordar os desafios que a Inteligência Artificial representa para o mundo, como tem feito em outros fóruns, o Papa também deverá aproveitar seu encontro com os líderes do G7 para discutir temas como a guerra entre Rússia e Ucrânia, o conflito entre Israel e Palestina e as dívidas de países em desenvolvimento, segundo o jornalista Iacopo Scaramuzzi, do jornal La Repubblica.

No G7, além dos líderes dos países membros e convidados, estarão presentes o secretário-geral da ONU, António Guterres, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e representantes do FMI, do Banco Mundial e do G20.

Os principais temas da agenda incluem além da IA, questões econômicas globais, como a concorrência com a China, a segurança alimentar e a imigração.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *