20 de maio de 2024
DestaquesGeralPolítica

Sarney celebra 94 anos em festa com o ex-adversário Dino, ligação de Lula e abraço de Aécio em petistas; fotos

O Globo – Ministros do governo e do STF prestigiaram a comemoração na casa do ex-presidente em Brasília; Padilha e Arthur Lira não se encontraram, enquanto José Dirceu transitou por várias rodas na festa.

A celebração dos 94 anos do ex-presidente José Sarney, na noite de quarta-feira, em sua mansão no Lago Sul, em Brasília, teve a presença de integrantes da cúpula dos Poderes do país e foi marcada pelas conversas ao pé de ouvido de ex-adversários e um quase encontro entre atuais desafetos, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha.

Além do dois, estiveram na festa o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), o vice-presidente Geraldo Alckmin, e pelo menos nove ministros do governo de Luiz Inácio Lulada Silva e dois do Supremo Tribunal Federal.

A festa de 94 anos do ex-presidente José Sarney

Pacheco e Lira não se encontraram. O presidente do Senado esteve na festa no começo. Já o presidente da Câmara chegou por volta das 22h — o horário fez com que o deputado também não visse Padilha, que já tinha ido embora.

Amigo do ex-presidente, Lula não compareceu, mas cumprimentou o político maranhense pelo aniversário em uma ligação telefônica antes da festa.

Adversário histórico do PT, o deputado Aécio Neves (PSDB-MG) circulou acompanhado do presidente do PSDB, Marconi Perillo. O mineiro abraçou efusivamente o deputado petista Lindbergh Farias (RJ). Numa rápida conversa, observada pela presidente do PT, Gleisi Hoffmann, namorada de Lindbergh, os dois comentaram que a política brasileira funcionava melhor nos tempos em que dois partidos polarizaram a disputa nacional.

Foram servidos vinho branco e tinto, uísque e canapés aos convidados. Sarney passou boa parte do tempo recebendo cumprimentos na área da casa. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que pouco antes havia entregado o esperado projeto da regulamentação da Reforma Tributária no Congresso, foi um dos primeiros a chegar. Haddad ficou menos de meia hora na celebração e saiu logo após dar parabéns ao aniversariante.

Um dos mais à vontade na celebração era o ex-ministro petista José Dirceu, que transitou por várias rodas e conversou com muitos dos políticos presentes. Já o ex-presidente da Câmara João Paulo Cunha fez uma passagem rápida pelo evento.

O ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias, conversou ao pé do ouvido com Dirceu na sua também rápida passagem pela festa.

Ex-adversário da família Sarney na política maranhense, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Flávio Dino também teve uma passagem rápida no evento, mas posou para fotos ao lado do ex-presidente. Outro membro da Corte a comparecer foi Cristiano Zanin.

Além de Alckmin, Haddad, Dias e Padilha, também marcaram presença na celebração de Sarney os ministros Waldez Góes (Integração Nacional), Jader Fillho (Cidades), Esther Dwek (Gestão), José Múcio (Defesa), Juscelino Filho (Comunicações) e André Fufuca (Esporte).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *